Logo

Conteudo Principal do Site

Arte Moderna

Idade Moderna

Idade Moderna

Idade Moderna e suas transformações Professor Handel – História

A transição do feudalismo para o capitalismo, ou seja, da Idade Média para a Moderna está relacionada com alguns acontecimentos que ocorreram na Europa a partir do século XIV.

Peste Negra (ou Peste Bubônica) que matou 1/3 da população européia

Crise da produção de alimentos consequência da morte de parte da população.

Guerra dos Cem anos entre Inglaterra e França

As principais transformações estão relacionadas com o fortalecimento do comércio, consequência das cruzadas, o renascimento comercial e urbano e o surgimento da burguesia no período de declínio dos nobres que perderam suas terras (feudos) para o Rei absolutista.

A Idade Moderna é o período compreendido entre os anos de 1453 (queda de Constantinopla) e 1789 (Revolução Francesa). Nesse período aconteceram transformações sócio-políticas e econômicas que mudaram o curso da história.

Os três movimentos que marcaram o início da Idade Moderna:

Renascimento Cultural Reforma religiosa Descobrimentos marítimos As quatro principais características da Idade Moderna:

Capitalismo comercial Descoberta e conquista de novos territórios A submissão das Américas ao imperialismo europeu A formação dos Estados nacionais unificados sob o poder do rei absolutista A Igreja Católica, a instituição mais poderosa da Idade Média perdeu seu poder e suas idéias e dogmas passaram a ser contestados.

A classe principal é a BURGUESIA, que não tinha terras, mas se enriqueceu e queria deixar de ser visto como pobre, queria mudanças sociais. A classe principal era a NOBREZA, que possuía terras (feudos) e, apoiada pela Igreja, não aceitava mudanças sociais

Heliocentrismo

O sol como o centro do universo, se a terra se movimenta então a sociedade, também, pode ser modificada.

Geocentrismo

A terra como o centro do universo. Ela não se movia, portanto a sociedade deveria ser imóvel.

Antropocentrismo

O homem como o centro das explicações.

Teocentrismo

Deus como centro das explicações. Racionalismo: toda explicação deve ser baseada na ciência e deve ser comprovada pela experiência (empírico).

Fé e dogmas

A Igreja defendia verdades absolutas que não podiam ser questionadas e deveriam ser aceitas pela fé. Idade Moderna Idade Medieval

Fonte: www.slideshare.net

Idade Moderna

1453: Zurara: Crónica dos Feitos da Guiné. l Fim da Guerra dos Cem Anos: independência da Borgonha, que perde Paris e a Normandia para os franceses; a Inglaterra fica apenas com a cidade de Calais. l Os turcos otomanos, chefiados por Maomet II, tomam Constantinopla; fim do império bizantino (consideram os historiadores que, com este evento, se dá por encerrada a Idade Média e começa a Idade Moderna).

1454: Zurara substitui FERNÃO LOPES como “Guardador das escrituras do Tombo”.

1455: Nascimento do futuro rei D. JOÃO II de Portugal. l l O Papa Nicolau V assina bula concedendo a Portugal o domínio sobre as terras descobertas ou a descobrir em África. l Na Inglaterra, início da Guerra das Duas Rosas, que terminará com a implantação da dinastia dos Tudors.

1456: Revolucionária difusão de livros: Gutenberg imprime uma Bíblia usando caracteres tipográficos móveis. l Cadamosto descobre várias ilhas do arquipélago de Cabo Verde. l Os portugueses alcançam o Golfo da Guiné.

1458: Matias Corvin, rei da Hungria. l Na Catedral de Toledo, Van Eycken e a sua Porta dos Leões. l Com a participação do Infante D. Henrique, os portugueses conquistam Alcacer-Ceguer aos mouros.

1460: Descobrimento das ilhas de Cabo Verde por António de Noli. l Data provável da morte de FERNÃO LOPES. l Na sua vila de Sagres, morre o Infante D. Henrique.

1461: Luís XI, rei de França. l Proclamado rei Eduardo IV, da casa de York l François Villon: O Grande Testamento.

1462: Gibraltar em poder dos espanhóis. l Ivan III, grão-duque de Moscovo.

1464: Regiomontano: De Triangulis, primeiro tratado europeu de Trigonometria.

1465: Piero della Francesca: Retratos do Duque de Urbino e de sua Esposa.

1467: Carlos, o Temerário, duque de Borgonha. l Data provável do nascimento de PEDRO ÁLVARES CABRAL.

1468: Data provável do nascimento de VASCO DA GAMA.

1469: Casamento dos Reis Católicos: Fernando de Aragão com Isabel de Castela. l Lourenço, o Magnífico, (neto de Cosme Médicis) senhor de Florença. l

1470: Piero della Francesca: Primeiro Tratado de Perspectiva. l Apogeu de Bellini.

1471: Eduardo IV derrota os Lancasters. l Ladislau da Polónia, rei da Boémia. l Os portugueses conquistam Arzila e Tânger aos mouros. l Ivan III conquista Novgorod l Guerra marítima entre a Hansa e a Inglaterra.

1472: Guerra entre a Polónia e a Hungria.

1473: Os Habsburgos reconhecem a independência suíça. l Relações comerciais entre o banqueiro Fugger e o imperador Frederico III l Crise cerealífera em Portugal.

1474: Toscanelli envia à Corte Portuguesa a sua carta geográfica que viria a influenciar o projecto de Colombo.

1475: Nascimento de Miguel Ângelo, em Florença.

1477: Morte de Carlos, o Temerário. l Boticelli: Alegoria da Primavera. l Apogeu da porcelana chinesa.

1479: Paz entre os turcos e Veneza. l Paz entre a Hungria e a Polónia. l Paz entre Portugal e Espanha.

1480: Data provável do nascimento de FERNÃO DE MAGALHÃES. l No império russo o Czar Ivan III põe fim ao domínio mongol.

1481: Em Portugal D. JOÃO II sobe ao trono. l Torquemada e a Inquisição, em Espanha. l Morte de Maomet II. l Botticelli: pinturas murais da Capela Sistina.

1482: A mando de D. JOÃO II de Portugal, Diogo de Azambuja edifica a fortaleza de S. Jorge da Mina. l Veneza provoca guerra generalizada, em Itália. l Boticelli: O Nascimento de Vénus.

1483: Execução do Duque de Bragança. l Morre Luís XI e sobe ao trono o seu filho Carlos VIII; início das guerras de Itália. l Na Alemanha, nascimento de Lutero.

1484: A mando de D. JOÃO II de Portugal, Diogo Cão chega à foz do rio Zaire.

1486: Em Portugal é fundada a Casa dos Escravos. l Os Reis Católicos impõem a paz nos seus Estados. l Maximiliano de Áustria proclamado rei da Alemanha. l Marcilio Ficino traduz Platão. l Pico della Mirandola: Proposições.

1487: A mando de D. JOÃO II de Portugal, BARTOLOMEU DIAS dobra o Cabo da Boa Esperança.

1488: Por terra, PÊRO DA COVILHÃ alcança a Índia.

1489: Pela primeira vez é impresso um livro, em Lisboa. l PÊRO DA COVILHÃ alcança a costa oriental africana.

1490/95: Carpaccio pinta a série A Lenda de Santa Úrsula.

1492: Depois de dez anos de batalhas, os Reis Católicos tomam Granada, último reduto muçulmano na Península Ibérica. l Colombo descobre a América. l Numerosos judeus, expulsos de Espanha, entram em Portugal.

1493: Início da segunda viagem de Colombo à América. l Data provável do nascimento de JOÃO RAMALHO.

1494: Tratado de Tordesilhas, partilha do mundo por Portugal e Espanha. l PÊRO DA COVILHÃ alcança o Reino do Preste João.

1495: Morre D. JOÃO II de Portugal e D. Manuel I é aclamado rei. l Carlos VIII, de França, conquista Nápoles. l Os judeus são expulsos da Lituânia.

1496: Abraão Zacuto imprime, em Leiria, o Almanache Perpetuum. l Casamento de Filipe, o Belo, com Joana, a Louca. l Os judeus são expulsos de Portugal.

1497: João da Dinamarca vence os suecos. l John Cabot chega ao Labrador. l Criação das Misericórdias, em Portugal.

1498: VASCO DA GAMA chega à Índia. l Início da terceira viagem de Colombo. l Morre Carlos VIII, de França, e sucede-lhe Luís XII. l Execução de Savonarola, dominicano que atacara a corrupção na Igreja.

1499: Luís XII em Itália. l Independência da Confederação Helvética. l Vespúcio nas costas orientais da América. l Morte de Marsilio Ficino. l Data provável do nascimento de GARCIA DA ORTA.

1500: PEDRO ÁLVARES CABRAL descobre o Brasil. l PEDRO ÁLVARES CABRAL chega a Calecute (Índia). l Bartolomeu Dias naufraga e morre frente ao Cabo da Boa Esperança.l Prisão de Colombo. l Inicia-se o comércio de escravos negros para a América. l Nascimento de Carlos V. l Américo Vespúcio: Cartas. l Ano provável do nascimento do poeta BANDARRA.

1501: Ismail I funda o império persa.

1502: Início da quarta viagem de Colombo. l VASCO DA GAMA retorna à Índia e exerce represálias sobre o Samorim de Calecute. l Os portugueses estabelecem uma feitoria em Cochim (Índia). l Pela primeira vez semeia-se milho em Portugal. l Durante as guerras de Itália, César Bórgia submete a Romagna. l Ismail I, xá da Pérsia, derrota os mongois. l Montezuma II, soberano dos aztecas. l Construção da Capela de Henrique VII na Abadia de Westminster. l Nascimento de DAMIÃO DE GÓIS l Nascimento de PEDRO NUNES. l Leonardo Da Vinci inicia a Gioconda.

1502/36: É escrita e encenada a obra de Gil Vicente.

1503: Afonso de Albuquerque na Índia. l Contrato da casa real portuguesa com os banqueiros Welser para a venda de mercadorias da Índia. l Fundada em Sevilha a Casa de Contratación. l Por encomenda do papa Júlio II, Bramante constrói a Igreja de S. Pietro in Montorio. l Miguel Ângelo pinta A Sagrada Família.

1504: Nápoles em poder de Espanha. l Morre Isabel I, de Castela. l Hieronymus Bosch: O Juízo Final.

1505: Basílio III, Czar da Rússia. l D. Francisco de Almeida, vice-governador da Índia portuguesa. l Duarte Pacheco Pereira: Esmeraldo de Situ Orbis.

1506: Morte de Colombo. l Em Lisboa, motim anti-semita com a morte de três mil pessoas. l Monopólio do Estado português sobre o comércio de especiarias.

1506/09: Grão-Vasco: A Criação dos Animais.

1507: Os portugueses em Madagáscar. l Afonso de Albuquerque conquista Ormuz.

1508: Formação da Liga de Cambraia contra Veneza. l Miguel Ângelo inicia a pintura da Capela Sixtina. l É publicado o Amadis de Gaula, romance de cavalaria, de autor anónimo. l David: O Baptismo de Cristo.

1509: Em Portugal é publicado o Regimento das Casas da Índia e Mina. l Henrique VIII, rei da Inglaterra. l Colonização da Jamaica. l Erasmo: O Elogio da Loucura.

1510: Afonso de Albuquerque conquista Goa. l Ano provável do nascimento de FERNÃO MENDES PINTO. l Formação da Santa Liga entre o Papa, a Espanha e Veneza, contra França.

1511: Afonso de Albuquerque conquista Malaca. l Colonização de Cuba. l Santa Liga contra os franceses, na Itália. l O arquitecto Boitaca inicia a construção do Mosteiro dos Jerónimos. l Em Castelo Branco nasce João Rodrigues, o futuro AMATO LUSITANO.

c. 1512: Surgem os Galeões, enormes navios que os espanhóis utilizavam para transportar as riquezas das Américas.

1512: Dürer: a xilografia O Arco de Triunfo de Maximiliano.

1512/14: Rui de Pina: Crónica de D. Duarte.

1512/16: Concílio de Latrão, que define a individualidade e a imortalidade da alma.

1513: Batalha de Novara e os franceses abandonam a Itália. l Maximiliano derrota os franceses. l Cristiano II, rei da Dinamarca e da Noruega. l Leão X, Papa. l Selim II, da Turquia, ocupa a Arménia. l Balboa descobre, por terra, o Oceano Pacífico.

1514: Embaixada de D. Manuel ao Papa Leão X l Início da construção da Torre de Belém. l Publicação das Ordenações Manuelinas. l Corregio: A Virgem com S. Francisco. l Rui de Pina: Crónica D’el-Rei D. Afonso III.

1515: Afonso de Albuquerque regressa a Ormuz. l Francisco I é proclamado rei de França e derrota os suíços na batalha de Marignano. l Paz perpétua de França com os cantões suíços e fim das guerras de Itália. l Francisco I em Milão. l Corsários turcos começam a devastar o Mediterrâneo. l Fundação de La Habana (Cuba). l Garcia de Resende: Crónica D’el-Rei D. João II.

1515/18: Obras, de Sá de Miranda.

1516: Carlos V, da Áustria, é aclamado como Carlos I de Espanha. l Solis descobre o Rio da Prata. l Maquiavel: O Príncipe. l Tomas Morus: Utopia. l Rafael: a Madonna na Capela Sixtina. l Ariosto: Orlando Furioso.

1517: Lutero publica as 95 teses contra as Bulas de Indulgência. l Selim I conquista o Egipto. l Criação do Terreiro do Trigo. l Os portugueses ocupam Cantão.

1518: Cristiano II conquista a Suécia. l Lopo Soares de Albergaria levanta a fortaleza de Ceilão (Taprobana).

1519: Morre Maximiliano e Carlos V é aclamado imperador da Alemanha e é sagrado soberano do Império Romano-Germano. l FERNÃO DE MAGALHÃES, com o acordo de Carlos V(Carlos I de Espanha) dá início à primeira viagem de circum-navegação. l Hernan Cortés inicia a conquista do México. l Morte de Leonardo Da Vinci.

1520: Data provável da morte de PEDRO ÁLVARES CABRAL. l FERNÃO DE MAGALHÃES cruza o Estreito que há-de ter o seu nome. l Lutero é declarado herege. l Advento de Solimão, o Magnífico, que até 1566 reinará de Bagdad à Hungria.

1521: Morte de D. Manuel I e D. João III é aclamado rei. l Nas Filipinas, FERNÃO DE MAGALHÃES é morto em combate. l Dieta de Worms contra Lutero, que é excomungado. l Solimão II conquista Belgrado. l Guerra de Carlos V contra Francisco I e esmaga a revolta dos comuneros em Espanha. l Hernan Cortés toma Tenochtitlan, capital do império azteca.

1522: Sebastian d’Elcano conclui a primeira viagem de circum-navegação. l Espanhóis e alemães vencem franceses e suíços na batalha de Bicoca. l Gustavo Vasa, rei da Suécia. l Erasmo publica os Colóquios. l Construção da Catedral de La Habana. l Lutero: tradução do Novo Testamento.

1523: Os corsários franceses atacam a frota espanhola na América. l Gustavo Vasa, rei da Suécia.

1524: Data provável do nascimento de CAMÕES. l Pizzarro no Peru. l Sublevação dos camponeses no sul da Alemanha. l Pela terceira vez VASCO DA GAMA viaja para a Índia, onde vem a morrer no mesmo ano.

1525:. Execução de Tomás Munzer, chefe dos camponeses alemães revoltados.

1526: Baber toma Delhi e funda o império Mongol.

1527: D. João III ordena o primeiro recenseamento da população portuguesa: 1.200.000 habitantes. l Saque de Roma pelas tropas alemãs, comandadas pelo Condestável Bourbon.

1528: Cria-se em Espanha o «Consejo de Indias». l Baltasar Castiglione publica O Cortesão.

1529: Solimão sitia Viena.

1530: Plano de colonização do Brasil. l Carlos V é coroado pelo Papa. l Começo da Divergência entre Henrique VIII e o Papa.

1531: A Igreja inglesa separa-se de Roma.

1532: JOÃO RAMALHO ajuda Martim Afonso de Sousa a fundar a vila de São Vicente. l O pintor alemão Hans Holbein passa a viver em Londres. l Rabelais: Gargantua

1534: No Brasil, criada a Capitania do Espírito Santo. l O Parlamento inglês vota a instituição de uma Igreja autónoma, abrindo assim caminho para a Igreja Anglicana. l Erasmo hospeda DAMIÃO DE GÓIS l Inácio de Loyola funda a Companhia de Jesus.

1534/36: Revolta no Peru contra Pizarro.

1535: Vitória de Carlos V em Tunes. l Francisco Faleiro: A Arte de Marear. l Leão Hebreu: Dialoghi de Amore.

1535/1600: Vida de Luís de Molina.

1536: A Inquisição estabelece-se em Portugal. l União do País de Gales com a Inglaterra. l Execução de Ana Bolena. l Miguel Ângelo inicia a pintura Juízo Final. l Em Basileia, Calvino publica A Instituição Cristã. l AMATO LUSITANO publica o seu primeiro livro: Index Dioscoridis.

1536/39: Eliminação dos conventos, em Inglaterra.

1537: Transferência da Universidade de Lisboa para Coimbra. l FERNÃO MENDES PINTO embarca para o Oriente. l PEDRO NUNES: Tratado da Esfera.

1538: D. João de Castro: Roteiros do Oriente (início). l A imprensa é introduzida no México.

1539: Início da actividade do Santo Ofício, em Portugal; o Cardeal D. Henrique é o primeiro Inquisidor-geral. l Hernando de Soto percorre o Mississipi.

1540: Vasquez de Coronado descobre o Grande Canyon do Colorado.

1541: Derrota espanhola, em Argel. l Hungria, província turca. l Valdivia funda Santiago de Chile. l Orellana descobre o rio Amazonas. l O poeta BANDARRA é julgado pelo Tribunal do Santo Ofício e condenado com uma pena leve. l AMATO LUSITANO escreve a sua 1.ª Centúria.

1542: Maria Stuart, rainha da Escócia. l Francisco Xavier em missão evangelizadora na Índia e na China. l Os portugueses chegam ao Japão. l Concluída a conquista do Yucatan. l PEDRO NUNES inventa o nónio. l Fuchs: História das Plantas.

1543: Vice-reinado do Peru, com capital em Lima. l Com a sua armada, o pirata Barba Roxa assedia Nice. l Em Pisa é fundado o primeiro jardim botânico. l O ourives Benevenuto Cellini fabrica o primeiro rolamento de esferas. l Copérnico: De Revolutionibus, início da astronomia moderna. l Vesalio: De Humani Corporis, primeiro tratado de anatomia humana.

1544: Munster: Cosmografia, primeiro texto da geografia moderna. l Rondelet: História dos Peixes, início da zoologia moderna.

1545: Início do Concílio de Trento: a Igreja Católica procura impedir o avanço dos movimentos protestantes. l Na América do Sul (actual Bolívia) descobrimento das minas de Potosi. l Paré: primeiro tratado de Cirurgia moderna. l Cellini: Perseu.

1546: Nas minas passam a ser usadas vagonetes sobre carris de ferro. l Morte de Lutero.

1547: Henrique II, rei de França; prossegue a luta contra os Habsburgos. l Morre Henrique VIII, de Inglaterra. l Ivan IV, o terrível, czar da Rússia. l Nascimento de Cervantes. l Pedro Nunes é nomeado Cosmógrafo-Mor do Reino de Portugal..

1548: Tratado de Borgonha: começa a separação dos Países Baixos. l Inácio de Loyola: Exercício Espirituais.

1549: Alonso de Mendoza funda La Paz. l Os portugueses conduzem os missionários jesuítas ao Japão. l Fundação de Salvador da Bahia, capital do Brasil.

1550: Ronsard publica Odes. l Bernardim Ribeiro: Obras.

1551: Guerra entre a França e o Papa. l A África do norte em poder dos turcos. l Fernão Lopes Castanheda: História e Conquista da Índia pelos Portugueses (início).

1552: Trégua entre a França e o Papa. l Maurício da Saxónia separa-se de Carlos V e ocupa Augsburgo e o Tirol. l Tratado de Chambord, aliança dos protestantes com Henrique II. l Bartolomeu de Las Casas: Brevíssima Relação da Destruição das Índias. l João de Barros: Décadas da Ásia, história da Índia portuguesa. l Naufrágio de MANUEL DE SOUSA SEPÚLVEDA na costa do Natal. l De autor anónimo espanhol, é publicado o romance picaresco Lazarillo de Tormes.

1553: Maria Tudor, rainha da Inglaterra. l Os franceses conquistam a Córsega. l Os portugueses em Macau.l No Brasil, JOÃO RAMALHO funda a vila de Santo André da Borda do Campo. l CAMÕES embarca para o Oriente. l Data provável em que FERNÃO MENDES PINTO, no Japão, encontra e colabora com S. Francisco Xavier. l Nicolau Clenardo, humanista flamengo, é convidado a instalar-se em Portugal. l Cranach, pintor alemão, morre em Weimar.

1554: Casamento de Maria de Inglaterra com Filipe de Espanha. l Guerra de Ivan, o Terrível, com Gustavo Vasa pelo posse da Finlândia. l Com a ajuda de JOÃO RAMALHO, os jesuítas Anchieta e Nóbrega fundam São Paulo, no Brasil. l Lopo Homem traça o seu Planisfério.

1555: No Brasil é cultivada a cana de açúcar e o algodão. l Os franceses ocupam o Rio de Janeiro.

1556: Abdicação de Carlos V: Fernando I, rei da Alemanha e Filipe II, rei de Espanha. l Akbar, grão-mogol da Índia. l Breughel, o Velho: Steinoperation l Palestrina: Missa do Papa Marcelo. l Morre em Trancoso o poeta BANDARRA.

1557: Morte de Lautaro, guerreiro araucano (peruano) que tentou resistir ao domínio espanhol. l Guerra de Espanha e Inglaterra contra a França. l Os protestantes, senhores da Escócia. l Primeiras bancarrotas em Espanha, França e Países Baixos.

1558: Os ingleses perdem Calais. l Isabel I, rainha que transforma a Inglaterra em grande potência marítima. l Morte de Carlos V. l Guerra entre a Suécia e a Rússia pela posse de Livonia. l Margarida de Navarra: Heptameron. l FERNÃO MENDES PINTO retorna do Oriente para Portugal.

1559: Paz de Château-Cambrésis entra Espanha e França. l Morte de Henrique II. l Governo dos duques de Guise. l O calvinismo em França.

1560: Carlos IX de França sob a regência de Catalina de Medicis. l Nicot introduz o tabaco em França.

1561: Ivan, o Terrível, aniquila a Ordem Teutónica. l Tintoretto: As Bodas de Canaã. l Gaspar Correia publica Lendas da Índia (data provável).

1562: Início das guerras de religião. l No Brasil, JOÃO RAMALHO defende a vila de São Paulo contra o ataque da “confederação dos tamoios”. l É publicada a Compilaçam de Todolas Obras de Gil Vicente.

1563: Assassinato de Francisco de Guise. l Fim da guerra dos huguenotes. l Fim do Concílio de Trento. l Início da Contra Reforma na Baviera. l Início da construção de El Escorial. l GARCIA DA ORTA: Coisas Medicinais da Índia e Colóquio dos Simples.

1564: Morte de Miguel Ângelo em Roma. l Maximiliano II, imperador. l Guerra comercial entre a Inglaterra e os Países Baixos. l Nascimento de Galileu. l Nascimento de Shakespeare. l Pio IV: Index Librorum Prohibitorum.

1565: Sublevação e aniquilamento dos boiardos, na Rússia.

1566: Os turcos na Hungria. l Aparecimento das Bolsas de Comércio. l Damião de Góis: Crónica do Felicíssimo Rei D. Manuel.

1567: O Duque de Alba nos Países Baixos. l Em França, segunda guerra de religião. l No Brasil, expulsão dos protestantes franceses e fundação do Rio de Janeiro por Mem de Sá l Diego Losada funda Caracas. l Nascimento de Monteverdi.

1568: Renúncia de Maria Stuart; Jacob VI, rei da Escócia. l O Duque de Alba domina os Países Baixos. l Hideioxi promove a unificação japonesa. l D. Sebastião assume o governo de Portugal. l Em Goa, morre GARCIA DA ORTA. l AMATO LUSITANO morre de peste, em Tessalónica.

1569: Mercator edita o seu Planisfério. l Em Bruxelas morre o pintot Pieter Brueghel, o Velho.

1570: Em França, fim das guerras de religião. l Os turcos em Chipre. l Aliança de Espanha com o Papa e Veneza, contra os turcos. l Vindo do Oriente, CAMÕES regressa a Portugal.

1571: Batalha de Lepanto: fim da dominação turca no mar. l Bloqueio comercial dos Países Baixos contra a Inglaterra. l Os tártaros incendeiam Moscovo. l Estabelece-se a Inquisição no México. l É inventado o teodolito. l DAMIÃO DE GÓIS é preso pela Inquisição. l Diogo Couto: O Soldado Prático.

1572: Condenação de Damião de Góis pela Inquisição. l Sublevação nos Países Baixos. l Noite de S. Bartolomeu: matança dos huguenotes, em Paris. l O pirata Drake ataca as possessões espanholas na América. l CAMÕES: Os Lusíadas.

1573: A Contra-Reforma na Polónia.

1574: Henrique III, rei de França. l O Duque de Alba abandona os Países Baixos. l Primeira expedição de D. Sebastião de Portugal ao norte de África.

1576: Primeiro teatro permanente na Inglaterra.

1577: Tycho Brahe dirige o melhor observatório da Europa.

1578: Os russos cruzam os Urais e penetram na Ásia. l FERNÃO MENDES PINTO conclui a Peregrinação. l Os portugueses são batidos pelos mouros em Alcácer Quibir, morte de D. Sebastião. l Morte de PEDRO NUNES.

1579: União de Utrecht l Divisão dos Países Baixos: Províncias Unidas e Países Baixos Espanhóis. l Morte de DAMIÃO DE GÓIS, possivelmente assassinado. l Sublevação na Irlanda.

1580: Data provável da morte de CAMÕES. l Morre JOÃO RAMALHO em São Paulo, Brasil. l Portugal anexado pela Espanha, embora o Prior do Crato e populares tentem resistir. l Montaigne: Ensaios. l GARCIA DA ORTA é condenado post-mortem pelo Tribunal do Santo Ofício; tem seus ossos desenterrados e queimados.

1581: Cortes de Tomar: Filipe II de Espanha é aclamado como Filipe I de Portugal. l Guilherme de Orange governa as Províncias Unidas. l Os russos começam a conquista da Sibéria.

1582: Reforma gregoriana do Calendário. l Giordano Bruno: De Umbis Idearum.

1583: Primeira colónia inglesa na Terra Nova. l Expedição de Raleigh à Virgínia. l Morre FERNÃO MENDES PINTO no Pragal (Almada).

1584: Assassinato de Guilherme de Orange. l Morte de Ivan, o Terrível; convulsões na Rússia. l El Greco pinta: Enterro do Conde de Orgaz.

1585: Primeiras missões jesuítas no Paraguai. l António Ferreira: Castro.

1587: Execução de Maria Stuart. l Na Pérsia, o padixá Abas restaura a dinastia dos Safévidas.

1588: Destruição, pelos ingleses, da Armada Invencível espanhola. l Assassinato dos Duques de Guise.

1589: Assassinato de Henrique III. l Fim do reinado dos Valois, em França. l Henrique IV, Bourbon, calvinista, passa a ser o novo rei de França. l Frei Amador Arrais: Diálogos.

1591: Primeira expedição inglesa à Índia. l Morte de San Juan de la Cruz.

1592: Shakespeare: Romeu e Julieta.

1593: Em Lisboa nasce MANOEL BOCARRO, futuro esteio do sebastianismo.

1594: Conversão de Henrique IV ao catolicismo.

1595: Morte do Prior do Crato, em Paris. l Guerra entre Henrique IV e Filipe II. l Caravaggio: Enterro.

1596: França, Inglaterra e as Províncias Unidas contra Filipe II. l Nascimento de Descartes. l Entrada do tomate na Europa, vindo da América do Sul. l Shakespeare: Sonho de Uma Noite de Verão.

1597: Shakespeare: O Mercador de Veneza.

1598: Edito de Nantes. l Filipe III, rei de Espanha. l Boris Godunov, czar da Rússia.

1599: Nascimento de Velasquez. l Shakespeare: Júlio César.

1600: Execução de Giordano Bruno. l Fundação da Companhia Inglesa das Índias Orientais. l No Japão, Tokugava Ieiasu toma o poder.

1600/81: Vida de Calderon de La Barca.

1601: Os holandeses destroem a frota espanhola em Gibraltar.

1602: Em Portugal, Ordenações Filipinas. l Fundação da Companhia Holandesa das Índias Orientais. l Fundação da fábrica de tapetes Gobelin l Campanella: A Cidade do Sol.

1603: Na Inglaterra, queda da dinastia Stuart e Cromwell avançando para a República. l Primeiras tentativas francesas de colonização do Canadá l Tokugawa, shogun do Japão. l Shakespeare: Hamlet.

1604: Fundação da Companhia Francesa das Índias Orientais.

1605: Cervantes: D. Quixote (1.ª. parte). l Francis Bacon publica Sobre o Progresso do Saber. l Johnson: Volpone. l Shakespeare encena o Rei Lear e Macbeth.

1606: Os Habsburgos reconhecem Bocskay como príncipe da Transilvânia. l Fundação da Companhia Inglesa da Virgínia. l Nascimento de Rembrandt.

1606/84: Vida de Corneille.

1607: Os ingleses na Índia. l Os jesuítas criam as Missões do Paraguai. l Monteverdi: Orfeu.

1608: Monteverdi: Ariana. l Em São Paulo, Brasil, nasce FERNÃO DIAS PAIS LEME, o futuro bandeirante, o Caçador de Esmeraldas. l Nasce em Lisboa o futuro PADRE ANTÓNIO VIEIRA l S. Francisco de Sales: Introdução à Vida Devota.

1609: Início da paz de doze anos entre a Espanha e as Províncias Unidas. l Champlain funda o Quebec. l Kepler: Astronomia. l Garcilaso El Inca: Comentários Reais.

1610: Luís XII, rei de França, sob a regência de Maria de Médici e Richelieu, partidário do absolutismo real, como primeiro ministro. l Observações telescópicas de Galileu. l Invenção do microscópio. l Rubens: Levantamento da Cruz.

1611: Hudson descobre o mar que levará o seu nome.

1612: Matias, imperador. l Paz entre a França e a Espanha.

1613: Na Rússia, dinastia dos Romanov l Cervantes: Novelas Exemplares. l John Donne: Epigramas e Sermões.

1614: Na ilha de Manhattan os holandeses fundam Nova Amsterdam. l Invenção dos logaritmos. l Van Royen efectua as primeiras triangulações geodésicas. l Primeira edição (expurgada) da Peregrinação de FERNÃO MENDES PINTO.

1615: Em Paris, Brosse inicia a construção do palácio do Luxemburgo. l Cervantes: D.Quixote (2ª. parte).

1616: Baffin descobre a baía que levará o seu nome. l A Igreja condena o heliocentrismo por ser contrário às Sagradas Escrituras. l Morte de Cervantes. l Morte de Shakespeare.

1617: Os portugueses são expulsos do Japão pelos holandeses. l Tratado de Pavia entre Espanha e o imperador Matias. l Paz entre a Rússia e a Suécia, ficando as províncias bálticas sob a alçada desta.

1618: Conflito religioso, início da Guerra dos Trinta Anos. l Fernando II, rei da Hungria. l O calvinismo ortodoxo firmado nas Províncias Unidas.

1619: Fernando II, imperador. l Frederico V, rei da Boémia. l Começa o tráfico de negros na Virgínia. l Em Lima, construção da Igreja de S. Francisco. l Kepler: Da Harmonia do Mundo. l Lope de Vega: Fuenteovejuna. l Rodrigues Lobo: Corte na Aldeia.

1620: Na batalha de Monte Branco, os católicos, sob a comandância de Tilly, derrotam Frederico V l Os peregrinos da Mayflower arribam à América do norte e fundam Plymouth; expansão do calvinismo. l Francis Bacon: Nova Organum.

1621: Filipe IV de Espanha reinicia a guerra com as Províncias Unidas. l Fundação da Companhia Holandesa das Índias Ocidentais.

1622: Ormuz é conquistada pelos ingleses. l Invenção da régua de cálculo. l Francis Bacon: Augmentis Scientiarum.

1623: Dieta de Ratisbonn: é transferido para a Baviera o eleitorado palatino.

1623/62: Vida de Pascal.

1624: Richelieu no Concelho de França. l Os holandeses no nordeste do Brasil. l Cristiano IV, da Dinamarca, aliado dos protestantes. l MANOEL BOCARRO publica a sua obra sebastianista, Anacephaleoses da Monarchia Luzitana.

1625: Carlos I, rei da Inglaterra. l Wallenstein, comandante das tropas imperiais. l Os huguenotes franceses em La Rochelle. l Os franceses ocupam as Antilhas. l Fundação da Ordem de S. Vicente de Paula.

1626: A Guerra dos Trinta Anos: Wallenstein ocupa a Pomerânia; Tilly derrota o rei Cristiano da Dinamarca. l Com fins clínicos, Santorio descreve o primeiro termómetro. l Quevedo: El Buscón.

1627: Wallenstein ocupa a Dinamarca e a Baixa Saxónia. l Rendição de La Rochelle. l O Japão fecha-se aos estrangeiros.

1628: Harvey descobre a circulação sanguínea e publica De Motu Cordis.

1629: Paz entre França e Inglaterra. l Paz entre Fernando II e Cristiano IV. l Dissolução do Parlamento na Inglaterra. l Richelieu assegura aos huguenotes os seus direitos civis e religiosos mas não os políticos.

1630: Fundação de Boston. l Na Índia, começa a construção do Taj Mahal. l Tirso de Molina: El Burlador de Sevilla.

1631: Zurbaran: O Triunfo de S. Tomás, em Sevilha.

1632/77: Vida de Espinosa.

1632/1704: Vida de Locke.

1633: Extinta a Companhia do Comércio da Índia Oriental. l Galileu abjura ante a Inquisição. l O PADRE ANTÓNIO VIEIRA prega pela primeira vez.

1634: Os portugueses são expulsos da Etiópia. l Assassinato de Wallenstein l Os holandeses em Curaçau (coração).

1635: Guerra dos Trinta Anos: a França declara guerra à Espanha. l Richelieu cria a Academia Francesa. l Velasquez: Rendicion de Breda. l Van Dyck: Retrato de Carlos I.

1636: Fundação, na América, da colónia de Rhode Island l Corneille: El Cid l Calderon de La Barca: La Vida es Sueño.

1637: Em Évora, tumultos populares contra os espanhóis promovidos por MANUELINHO. l Fernando III, imperador. l Em Veneza é fundado o primeiro teatro lírico. l Descartes: O Discurso do Método.

1638: Os holandeses iniciam a ocupação do Ceará l Introdução da imprensa nas colónias inglesas da América do norte. l Galileu: Duas Novas Ciências (mecânica e resistência dos materiais).

1640: D. João IV é aclamado rei e Portugal separa-se de Espanha; ao mesmo tempo, e não por acaso, revolta na Catalunha. l Parlamento alargado, na Inglaterra. l Os jesuítas proíbem o ensino do cartesianismo. l Os ingleses fixam-se na Índia. l Fundamentos do jansenismo. l Corneille: Horácio.

1641: Aliança franco-portuguesa. l Sublevação na Irlanda. l Descartes: Meditações.

1642: Revolta de Londres, guerra civil na Inglaterra, Cromwell contra Carlos I. l Os franceses fundam Montreal. l O explorador Tasman comprova que a Austrália é uma ilha. l Rembrandt pinta a Ronda da Noite. l Morte de Galileu.

1643: Na França, Luís XIV, o Rei-Sol, sob a regência de Ana de Áustria e a orientação de Mazarino. l Em Port-Royal desabrocha o jansenismo. l Morte de Monteverdi. l Na “Proposta a El-Rei D. João IV “, o PADRE ANTÓNIO VIEIRA declara-se favorável aos cristãos novos e apresenta um plano de recuperação económica.

1644: Portugal contra os espanhóis: batalha do Montijo, cerco de Elvas, batalha de Castelo Rodrigo. l Dinastia Ch’ing, manchu, na China. l Torricelli anuncia o descobrimento da pressão atmosférica e do barómetro. l Descartes: Princípios da Filosofia. l Milton: Aeropagítica.

1645: D. Francisco Manuel de Melo: Eco Político e História dos Movimentos e Separação da Catalunha.

1646: Prisão de Carlos I. l O Pe. António Vieira inicia missão diplomática a Haia e Paris.

1648: Paz de Westfalia, reconhecimento da república da Holanda, fim da Guerra dos Trinta Anos. l Motins populares na Andaluzia. l Guerra da Fronda, em França. l Apogeu do Pe. António Vieira, orador. l Experiências de Pascal com o vazio. l Em Paris, fundação da Real Academia de Pintura e Escultura.

1649: Em Portugal, fundação da Companhia Geral do Comércio para o Brasil. l Execução de Carlos I, de Inglaterra; Cromwell estabelece a Commonwealth.

1650: Os holandeses ocupam Java. l Motor de Worcester, início da utilização mecânica do vapor. l Morte de Descartes.

1651: Carlos II, rei da Escócia. l Acto de Navegação, de Cromwell. l Hobbes: Leviathan.

1652: Os espanhóis liquidam as revoltas populares na Catalunha e reconquistam Barcelona. l União da Inglaterra com a Escócia. l Os holandeses fundam a colónia do Cabo, em África.

1653: Cromwell, Lorde Protector de Inglaterra. l Fim da guerra da Fronda.

1654: Abdicação de Cristina da Suécia; sucede-lhe Carlos X. l A Holanda reconhece o Acto de Navegação. l Aliança anglo-portuguesa. l Tropas luso-brasileiras expulsam os holandeses e o comandante Nassau do nordeste do Brasil. l PADRE ANTÓNIO VIEIRA: Sermão de Santo António aos peixes. l Concluída a construção da Catedral de Cuzco (Peru).

1655: Prussianos e suecos na Polónia. l Os ingleses expulsam os espanhóis da Jamaica. l Em França, condenação do jansenismo. l Nascimento de ZUMBI DOS PALMARES.

1656: Morte de D. João IV, de Portugal. l Na batalha de Varsóvia, Carlos X e Frederico Guilherme vencem os polacos. l Os holandeses expulsam os portugueses de Ceilão. l Espinosa excomungado pelos judeus de Amsterdão. l Velasquez: Las Meninas. l Pascal: Cartas Provinciais. l Corneille:Timócrates.

1657: Aliança anglo-francesa. l A Dinamarca, aliada da Polónia, contra a Suécia. l Huygens regista patente do relógio de pêndulo.

1658: Morte de Cromwell. l Os ingleses em Dunquerque. l Leopoldo I, imperador. l Rembrandt: Retrato de um Artista.

1659: Paz dos Pirinéus entre a França e a Espanha; fim do predomínio espanhol na Europa. l Os portugueses derrotam os espanhóis nas linhas de Elvas. . l PADRE ANTÓNIO VIEIRA: Esperanças de Portugal – V Império do mundo. l Carlos X ataca Kopenhagen.

1660: Tratado de Kopenhagen, fim da primeira guerra do norte. l Carlos II, restaura a monarquia na Inglaterra. l Reconhecimento da soberania da Prússia. Fundação da Royal Society de investigações científicas. l Morte de Velasquez.

1661: Paz luso-holandesa. l Luís XIV, absolutismo em França; Colbert inspector das Finanças. l Paz entre a Rússia e a Suécia. l Carlos II de Inglaterra, ao casar com uma princesa portuguesa, recebe como dote a praça de Bombaim.

1662: Morte de MANOEL BOCARRO. l A Inglaterra vende Dunquerque à França. l Boyle enuncia a lei dos gases.

1664: Guerra marítima entre a Inglaterra e a Holanda. l Os ingleses ocupam Nova Amsterdam (Nova Iorque). l Fundação da Companhia Francesa das Índias Orientais. l Molière encena Tartufo. l PADRE ANTÓNIO VIEIRA: História do Futuro.

1665: Murillo: O Sonho de Patrício. l O PADRE ANTÓNIO VIEIRA é preso pela Inquisição. l É neste ano que, provavelmente, Mariana Alcoforado escreve as cartas que virão a ser conhecidas como Lettres Portugaises.

1666: O Parlamento inglês vota e aprova o Habeas Corpus. l Colbert, secretário de Estado da Marinha Francesa. l Em Paris, fundação da Academia de Ciências. l Época de construção dos violinos Stradivarius.

1667: Paz de Breda entre a Holanda e a Inglaterra. l Paz russo-polaca; a Polónia perde Kiev l Fundação do Observatório de Paris. l Milton: O Paraíso Perdido.

1668: A Espanha cede à França doze cidades flamengas. l A Espanha reconhece a independência de Portugal. l La Fontaine: Fábulas.

1669: Colbert, secretário de Estado da Casa Real francesa. l Morte de Rembrandt.

1670: Cristiano IV, rei da Dinamarca e da Noruega. l Levantamento de magnatas húngaros contra os Habsburgos. l Espinosa: Tratado Teológico-Político. l Pascal: Pensamentos.

1671: Aliança entre a França e a Suécia. l Na China, esplendor da dinastia manchu. l Primeiros escritos de Newton sobre o cálculo infinitesimal.

1673: O Parlamento inglês vota e aprova o Test Act, que afasta os católicos de todas as funções públicas. l Primeiros escritos de Leibniz sobre os métodos infinitesimais.

1674: João III (Sobieski) rei da Polónia. l Os holandeses na Martinica. l Racine: Ifigénia. l l Boileau: Arte Poética.

1675: Pela primeira vez Romer mede a velocidade da luz. l Fundação do Observatório de Greenwich. l No Nordeste brasileiro, ZUMBI DOS PALMARES, líder dos escravos do quilombo de Palmares, revela-se grande guerreiro e estratego.

1677: O microscópio de Van Leeuwenhock descobre os espermatozóides. l Espinosa: Ética. l Racine: Fedra.

1679: PADRE ANTÓNIO VIEIRA: Sermões, 1º volume

1680: Início do império colonial francês na América. l Morte de Bernini.

1681: Morte de Calderon de La Barca. l Morte do bandeirante FERNÃO DIAS PAIS LEME, logo depois de descobrir as primeiras pedras verdes, que identifica como esmeraldas. l Bossuet: Discurso sobre a História Universal.

1682: Pedro, o Grande, czar da Rússia. l La Salle percorre o Mississipi e funda a Luisiana. l Estudos de Halley sobre os cometas.

1683: O último ataque dos turcos contra Viena é repelido por João III (Sobieski), da Polónia. l Os manchus ocupam a Formosa. l Penn funda a Pensilvânia.

1684: Scarlatti: Pompeu. l Leibniz: Nova Methodus e Systema Theologicum.

1685: Nascimento de Bach.

1686: Em Portugal é proibido o uso de panos estrangeiros. l Fontenelle: Conversações sobre a Pluralidade dos Mundos.

1687: Os huguenotes não convertidos começam a ser deportados. l Newton: Principia Mathematica (lei da gravitação universal). l Locke: Ensaio sobre o Entendimento Humano.

1688: La Bruyère: Os Caracteres.

1689: Pedro I, czar da Rússia. l Morte de Carlos II. l O Parlamento inglês reduz o poder real, redige e aprova a Declaração dos Direitos que o rei Guilherme de Orange e esposa juram cumprir. l Locke: Ensaio sobre o Governo Civil. l Em Madrid aparecem as Obras de Sor Joana Inês de La Cruz.

1690: Os turcos reconquistam Belgrado. l Calcutá, capital da Índia inglesa. l Papin esboça o primeiro motor de combustão interna. l Huygens: Tratados da Luz (sobre os fenómenos ondulatórios da luz). l Purcell: Dido e Eneas. l Góngora: Infortúnios de Alonso Ramirez.

1691: Nascimento de NICOLAU NASONI, na Toscana.

1693: Góngora: O Mercúrio Volante.

1694: Liberdade de imprensa na Inglaterra. l Fundação do Banco de Inglaterra. l Leibniz: Novo Sistema da Natureza.

1695: Denunciado por um antigo companheiro, ZUMBI DOS PALMARES é localizado, preso e degolado.

1697: Pedro I, da Rússia, visita a Europa ocidental. l A China conquista a Mongólia oriental. l Perrault: Contos. l Na Baía, morre o PADRE ANTÓNIO VIEIRA.

1698: Máquina a vapor de Savery.

1699: Em Portugal é proibido o uso de artigos de luxo. l Tratado de Carlowitz: os otomanos cedem aos Habsburgos os territórios que ocupam na Transilvânia e Hungria. l Fenelon: As Aventuras de Telémaco.

1700: Começo da Grande Guerra do Norte que, durante 21 anos irá aliar a Rússia, Polónia e Dinamarca contra a Suécia. l Fundação da Academia das Ciências em Berlim.

1701: Frederico I impõe a dinastia Hohenzollern na Prússia.

1702: Guerra da Sucessão em Espanha. l Ana Stuart sobe ao trono de Inglaterra.

1702/04: Revolta dos «Camisards».

1703: Relações comerciais entre a Inglaterra e Portugal, Tratado de Methuen. l Pedro, o Grande, transfere a capital da Rússia, de Moscovo para S. Petersburgo acabada de fundar. l Sublevação de Rakoczy na Hungria. l Leibniz: Novos Ensaios sobre o Entendimento Humano.

1704: Estanislau I, rei da Polónia. l Os ingleses ocupam Gibraltar. l Newton: Optica, teoria corpuscular da luz.

1705: Carlos de Habsburgo em Barcelona. l O Papa condena o jansenismo.

1706: Pedro, o Grande, invade a Polónia.

1707: União da Inglaterra com a Escócia. l A França e a Inglaterra lutam pela Índia. l A Inglaterra ocupa a foz do Ganges. l Desagrega-se o império do Grão Mogol.

1708: Derrota de Carlos XII na Rússia.

1709: Augusto II reconquista a Polónia.

1710: Berkeley: Tratado sobre os Princípios do Conhecimento Humano.

1711: Carlos VI (III de Espanha), imperador. l Pope: Ensaios Críticos.

1712: Congresso de Utrecht, Portugal assina a paz com a França e a Espanha, fim da guerra de sucessão de Espanha.

1713: Tráfico de negros para as colónias espanholas firmado entre a Inglaterra e a Espanha. l Berkeley: Diálogo entre Hilas e Filonus.

1714: Jorge I impõe a dinastia Hanover na Inglaterra.. l Fahrenheit constrói o termómetro de mercúrio. l Leibniz: Monadologia

1715: Luís XV, rei de França. l Guerra turco-austríaca. l Morte de Fénelon.l Lesage: Gil Blas.

1716: Inicia-se a construção do Convento de Mafra. l Law funda um Banco Central, em França. l Montagu: Cartas do Oriente.

1717: É fundada em Londres a primeira Loja maçónica. l Bach: Concertos Brandeburgueses e Cravo Bem Temperado.

1718: A Áustria, Holanda, França e Inglaterra contra a Espanha.

1719: Defoe: Robinson Crusoe.

1720: Paz entre a Espanha e a quádrupla aliança. l Os espanhóis no Texas. l Os ingleses nas Honduras. l Bancarrota em França. l Alexandre de Gusmão: Cálculo sobre a Perda de Dinheiro do Reino. l Scarlatti: Narciso.

1721: Pedro I estabelece o Santo Sínodo. l Em França é fundada a primeira Loja maçónica. l Monstesquieu: Cartas Persas.

1722: Em Portugal, o monopólio do tabaco é concedido ao alemão Paulo Kelotz. l Guerra de Pedro I com os persas.

1724: Guerra turco-persa. l Fundação da Bolsa de Paris. l Fundação da Academia de Ciências de S. Petersburgo. l Nascimento de Kant.

1725: Corte de relações entre Portugal e França. l Catarina I, czarina da Rússia. l Vivaldi: As Quatro Estações. l Vico: Princípios de Filosofia da História..

1726: Swift: Viagens de Gulliver.

1727: Jorge II rei de Inglaterra e príncipe eleitor de Hannover.

1728: Portugal corta relações com a Santa Sé. l Nascimento de James Cook. l Gay: Ópera dos Mendigos.

1729: Gray descobre a condutibilidade eléctrica. l Bach: Paixão segundo S. Mateus.

1730: Ana, czarina da Rússia. l Rocha Pita: História da América Portuguesa. l Marivaux: O Jogo do Amor e do Azar. l Data provável de nascimento de António Francisco Lisboa, o ALEIJADINHO.

1731: Em Lisboa, início da construção do Aqueduto das Águas Livres.

1732: Fundação da colónia britânica da Geórgia. l Nascimento de Washington.

1733: Os espanhóis fundam a colónia das Filipinas. l Prévost: Manon Lescaut.

1734: Voltaire, nas suas discussões filosóficas, pela primeira vez introduz a palavra «materialismo». l António José da Silva, O Judeu: Esopeida. l Pope: Ensaio sobre o Homem.

1735: Estabelecida em Lisboa uma Loja maçónica. l Expedição de La Condamine ao Peru para determinar a forma da Terra. l Linneo: Systema Naturae (início da classificação das ciências naturais).

1736: Expedição de Maupertuis à Lapónia para determinar a forma da Terra.

1737:. Aparecem em Paris os salões de pintura. l António José da Silva, O Judeu: Guerra do Alecrim e Manjerona.

1738: Fim da guerra de sucessão na Polónia, confirmado pelo tratado de Viena. l Revolta de operários na Inglaterra do sul. l Maupertuis: Sobre a Forma da Terra.

1739: António José da Silva, O Judeu, é queimado vivo pela Inquisição. l Hume: Tratado sobre a Natureza Humana.

1740: Frederico II, rei da Prússia. l Maria Teresa, imperatriz. l Frederico II chama para a sua corte filósofos e cientistas.

1741: Behring chega ao mar que há-de levar o seu nome.

1742: Haendel: Messias.

1743: Data provável do nascimento de Toussaint L’Ouverture. l Nascimento de Lavoisier. l D’Alembert: Dinâmica.

1745: Começa a influência de Mme. Pompadour na corte francesa.

1744: Em Uppsala (Suécia) morre o astrónomo Anders Celsius. l O pintor Thomas Gainsborough instala-se em Londres.

1746: Fernando VI, rei de Espanha. l Frederico V, rei da Dinamarca. l Luís António Verney: Verdadeiro Método de Estudar. l Diderot: Pensamentos Filosóficos. l Nasce Joaquim José da Silva Xavier, o futuro TIRADENTES.

1747: Início da construção do Palácio de Queluz.

1748: Fim da guerra de sucessão na Áustria, confirmado pelo tratado de Aix-la-Chapelle. l Início da mecanização dos instrumentos agrícolas. l Euler inicia a publicação dos seus tratados de Matemática. l Montesquieu: O Espírito das Leis. l La Mettrie: O Homem Máquina. l Goldoni: O Mentiroso. l Hume: Ensaios Filosóficos.

1749: Fielding: Tom Jones. l Swedenborg: Arcana Coelestia. l Buffon: História Natural (início).

1750: Sobe ao trono D. José; Marquês de Pombal, Ministro de Portugal. l Tratado de Madrid que define as fronteiras entre as possessões portuguesas e espanholas na América do Sul. l Morte de Bach. l Galliania: Da Moeda.

1751: Diderot e D’Alembert iniciam em Paris a publicação da Enciclopédia. l Franklin: experiências e observações eléctricas. l Voltaire: O Século de Luís XIV.

1752: Primeira condenação da Enciclopédia. l Franklin inventa o pára-raios.

1754: Os franceses retiram-se da Índia. l Na cidade do Porto, início da construção da Torre dos Clérigos. l La Mettrie: História Natural da Alma. l Lind: Tratado sobre o Escorbuto. l Rousseau: Discurso sobre a Origem da Desigualdade. l Diderot: Pensamentos Sobre a Interpretação da Natureza.

1755: Terramoto de Lisboa; o Marquês de Pombal tomas as rédeas do poder. l Fundação da Companhia do Grão-Pará e Maranhão. l Guerra anglo-francesa na América do Norte. l Kant: Teoria do Firmamento.

1756: Em Portugal, criação da Junta do Comércio e da Companhia das Vinhas do Alto Douro. l Início da Guerra dos Sete Anos; Inglaterra e Prússia contra a coligação da França, Áustria e Rússia; invasão da Saxónia por Frederico, o Grande, da Prússia. l Nascimento de Mozart em Salzburg. l Voltaire: Ensaio sobre os Costumes.

1757: Coligação da Áustria, França, Rússia, Polónia e Suécia contra a Prússia. l Clive inicia a conquista da Índia para os ingleses.

1758: Atentado contra D. José, de Portugal. l Washington expulsa os franceses do Forte Duquesne (Pittsburg). l Voltaire: Candide. l Quesnay: Quadro Económico.

1759: O Marquês de Pombal expulsa os jesuítas e executa o duque de Aveiro e a marquesa de Távora. l Reformas pombalinas do ensino. l Carlos III, rei de Espanha. l Vitória dos ingleses no Quebec l Fundação do British Museum. l Haydn: Primeira Sinfonia. l Ribeiro Sanches: Carta sobre a Educação da Mocidade.

1760: Jorge III, rei de Inglaterra. l Os ingleses em Montreal. l Lambert: Fotometria.

1761: Em Portugal é abolida a escravatura e fundado o Real Colégio dos Nobres. l Também a Espanha e a França começam a expulsar os jesuítas.

1762: Catarina II, czarina da Rússia. l Os ingleses em La Habana e Manila. l Rousseau: Emílio.

1763: Tratado de Paris entre a Inglaterra e a Espanha, fim da Guerra dos Sete Anos; partilha de colónias ultramarinas entre a Inglaterra, a França e a Espanha. l NICOLAU NASONI conclui a construção da Torre dos Clérigos, na cidade do Porto. l Rio de Janeiro, capital do Brasil. l Pontiac chefia revolta de índios norte-americanos contra os britânicos. l Em Inglaterra R. Reynolds cria os primeiros carris em ferro. l Voltaire: Tratado sobre a Tolerância.

1764: Poniatowski, protegido da Rússia, é eleito rei da Polónia. l A Companhia de Jesus é proibida em França. l Hargreaves constrói máquina de fiação. l Houdon, escultor francês, muda-se para Roma. l Morte do pintor e gravador inglês William Hogarth. l Haydn: Sinfonia O Filósofo l Winckelman: História da Arte na Antiguidade. l Voltaire: Dicionário Filosófico..

1765: Acto do Sele: o Parlamento inglês vota a cobrança de impostos às colónias norte-americanas; na Virgínia, Patrick Henry contesta a decisão; delegados de nove colónias subscrevem declaração de direitos e liberdades. l Clive, governador de Bengala. l Em Portugal começa a funcionar o Colégio dos Nobres. l Watt inventa condensador que permitirá a construção futura da máquina a vapor.

1766: Bougainville inicia a sua viagem de circum-navegação. l Início do movimento literário alemão Sturm und Drang (Tempestade e Paixão) que durará até à década de 90, que apregoa o génio, a liberdade plena e o amor impetuoso e cujas figuras cimeiras serão Schiller e Goethe. l Haydn: Grande Missa com Órgão. l António Francisco Lisboa, o ALEIJADINHO, inicia a construção da Igreja de S. Francisco, em Vila Rica (Ouro Preto).

1767: A Companhia de Jesus é expulsa de Espanha, de Parma e das Duas Sicílias. l Os ingleses lançam taxas aduaneiras nas colónias americanas; em Boston, reacção violenta dos colonos. l Sterne conclui Tristan Shandy.

1768: Génova vende a Córsega à França. l Fundação da Real Academia Inglesa. l Começa a ser editada a Enciclopédia Britânica. l Sterne: Viagem Sentimental. l Morre o pintor Canaletto.

1768/70: Primeira viagem de James Cook ao Pacífico para observação, em Taiti, da passagem de Vénus diante do Sol.

1769: A Inglaterra decide manter o imposto sobre o chá nas colónias americanas. l Portugal abandona Mazagão. l Stephens assume a administração da fábrica de vidros da Marinha Grande. l Mme. Dubarry, concubina oficial de Luís XV, exerce a sua influência na corte francesa. l Nascimento de NAPOLEÃO. l Maskelyne descobre a distância exacta entre a terra e o sol. l Cartwright inventa a máquina de fiar.

1770: O Delfim de França casa com Maria Antonieta, filha da imperatriz da Áustria. l Nascimento de Beethoven, em Bona. l Euler: Introdução à Álgebra. l Holbach: Sistema da Natureza.

1771: Os russos conquistam a Crimeia. l No Brasil, Melo Palheta introduz a cultura do café. l Lavoisier faz experiências sobre a composição do ar. l Galvani descobre que os impulsos nervosos são de natureza eléctrica. l Deluc mede altitudes com o barómetro.

1772: Partilha da Polónia entre a Prússia, a Áustria e a Rússia. l Em Massachusetts, Samuel Adams organiza os colonos americanas contra a exorbitância inglesa. l Início da segunda viagem de James Cook. l O Marquês de Pombal promove a modernização da Universidade de Coimbra. l Mirabeau: Ensaio sobre o Despotismo. l Euler: Cartas a uma Princesa da Alemanha (exposição de princípios de mecânica, óptica, astronomia e acústica).l Lavoisier explica o papel do oxigénio na combustão.

1773: O Marquês de Pombal termina com a distinção entre cristãos-novos e cristãos-velhos e organiza a Real Companhia de Pescarias do Algarve. l Morte de NICOLAU NASONI. l O Papa Clemente XIV dissolve a Companhia de Jesus. l Revolta «do chá» em Boston l Hastings, governador geral da Índia inglesa.

1774: Luís XVI, rei de França. l Em Filadélfia reúne-se o primeiro Congresso das treze colónias americanas que decreta o boicote à importação de mercadorias inglesas. l Para garantir a lealdade do Quebec, a Coroa Inglesa consente na prática do catolicismo romano nessa colónia americana. l Hastings, governador de Bengala, é nomeado primeiro governador-geral da Índia. l Lavoisier: Opúsculos Físicos e Químicos. l Goethe: Os Sofrimentos do Jovem Werther.

1775: Início da revolução americana; os ingleses derrotados nas primeiros combates; o II Congresso Continental reúne-se em Filadélfia; Washington é nomeado comandante-chefe das forças americanas. l Na Boémia, os camponeses rebelam-se contra a servidão. l Watt aperfeiçoa a máquina a vapor. l Diderot inicia a crítica de arte. l Em Lisboa, na Praça do Comércio, é inaugurada a estátua equestre de D. José, de autoria de Machado de Castro. l Beaumarchais: O Barbeiro de Sevilha.

1776: Thomas Payne lança o panfleto Senso Comum; declaração de independência das colónias inglesas da América, redigida por Jefferson e revista por Franklin e Adams. l Unificada a administração das colónias portuguesas na América do Sul, capital Rio de Janeiro. l Início da terceira viagem de James Cook em busca da passagem do Nordeste (Atlântico-Ártico-Pacífico). l Gibbon: História da Decadência e da Queda do Império Romano. l A. Smith: Inquérito sobre a Natureza e as Causas da Riqueza das Nações. l Francisco Manuel de Melo: Auto do Fidalgo Aprendiz. l D’Alembert conclui a Enciclopédia iniciada por Diderot.

1777: Washington derrota os ingleses em Princeton; Lafayette chega com voluntários franceses à América; primeira Constituição dos EUA l Em Portugal morre D. José e sucede-lhe D. Maria I; queda do Marquês de Pombal. l Em Inglaterra, é construído o primeiro barco em ferro (em substituição da madeira).

1778: Tratado do Pardo que põe termo às disputas territoriais na América do Sul, entre Portugal e Espanha. l A França e as colónias americanas assinam tratado comercial e de auxílio mútuo militar; a Inglaterra declara guerra à França. l A Holanda assina tratado de amizade e de comércio com as colónias americanas. l Jefferson defende os direitos dos escravos. l Exílio de Filinto Elísio. l Mesmer: Magnetismo. l Buffon: As Épocas da Terra.

1779: A armada francesa domina o Canal da Mancha. l Morte de James Cook no Havaí. l Construção da primeira ponte de ferro, na Inglaterra. l Em Portugal, início da construção da basílica da Estrela. l Fundação da Academia Real de Ciências, de Lisboa..

1780: Declaração de neutralidade da Rússia e da Holanda na guerra da Inglaterra com a América. l É abolida a servidão na Hungria e na Boémia. l Sublevação de Tupac-Amaru no Peru. l Lavoisier conclui que a respiração é uma forma de combustão. l Em Portugal, fundação da Casa Pia de Lisboa. l Início da iluminação pública em Lisboa.

1781: Condenação e desterro do Marquês de Pombal. l A Prússia adere à declaração de neutralidade. l Os ingleses capitulam em Yorktown, América do Norte. l José II, da Áustria, abole a servidão. l Início da construção da linha férrea trans-siberiana. l Kant: Crítica da Razão Pura. l Schiller: Os Bandidos. l Rousseau: Confissões.

1782: Portugal adere à declaração de neutralidade. l Watt constrói um motor de dois tempos.

1783: Na Áustria, iluminismo, despotismo esclarecido de José II: restrição dos poderes da Igreja, liberdade civil e tolerância religiosa, ensino laico, liberdade do comércio; também a aceitação do casamento civil e do divórcio. l A Inglaterra reconhece a independência dos EUA l Nascimento de BOLÍVAR em Caracas. l Os irmãos Montgolfière levantam voo num balão aerostático.

1784: José II, da Áustria, impõe a língua alemã a todos os estados sob o seu domínio. l William Pitt, eleito primeiro-ministro da Inglaterra, retira o poder executivo das mãos do monarca. l Cartwright inventa o tear mecânico. l Cavendish descobre que a água é composta por oxigénio e hidrogénio. l

1785: Em França, escândalo do «colar de diamantes», descrédito de Maria Antonieta. l Boulton e Watt aplicam o primeiro motor a vapor numa máquina de fiar; arranque da revolução industrial inglesa. l Evans inventa o moinho automático. l Cavendish descobre a composição do ácido nítrico. l Mozart: As Bodas de Fígaro.

1786: Morte de Frederico, o Grande. l Nos EUA Reed inventa máquina para fabricar pregos.

1787: Washington preside à assinatura da Constituição Americana. l Bancarrota na França. l No Japão, a fome provoca os chamados «Motins do Arroz». l Mozart: D. Giovanni. l Schiller: D. Carlos. l Kant: Crítica da Razão Prática. l Goethe: Ifigénia em Táuris. l Lavoisier e Colaboradores: Método de Nomenclatura Química.

1788: Proposta do Parlamento inglês para abolir o comércio de escravos. l A Suécia invade a Finlândia russa. l Entrada em vigor da Constituição americana. l Segunda Assembleia de Notáveis em Paris, convocados os Estados Gerais; Necker assume o Ministério das Finanças. l Fundação de Sidney, na Austrália. l Laplace: Leis do Sistema Planetário. l Em Londres é fundado The Times. l Mozart: Sinfonia Júpiter. l David: Amor de Páris e Helena.

1789: Washington, primeiro presidente do EUA l No Brasil, TIRADENTES e a Inconfidência Mineira. l Lavoisier: Tratado Elementar de Química. l William Blake: Canções de Inocência. l Revolução francesa: o Terceiro Estado proclama-se Assembleia Nacional; a capitulação do rei; a tomada da Bastilha; a discussão da Constituição; a Declaração dos Direitos do Homem; a nacionalização dos bens do clero; a fundação do Clube dos Jacobinos; a organização do poder local (consideram os historiadores que, com estes eventos, se dá por encerrada a Idade Moderna e começa a Idade Contemporânea).

Fonte: www.vidaslusofonas.pt

Idade Moderna

Idade Moderna

Arte Moderna é o termo genérico usado para designar a maior parte da produção artística do fim do século XIX até meados dos anos 1970 (embora não haja consenso sobre essas datas e alguns de seus traços distintivos[1]), enquanto que a produção mais recente da arte é chamada freqüentemente de arte contemporânea (alguns preferem chamar de arte pós-moderna).

A arte moderna se refere a uma nova abordagem da arte em um momento no qual não mais era importante que ela representasse literalmente um assunto ou objeto (através da pintura e da escultura) — o advento da fotografia fez com que houvesse uma diminuição drástica na demanda por certos meios artísticos tradicionais, a pintura especialmente. Ao invés disso, e é aí que a idéia de moderno começa a tomar forma, os artistas passam a experimentar novas visões, através de idéias inéditas sobre a natureza, os materiais e as funções da arte, e com freqüência caminhando em direção à abstração. A noção de arte moderna está estreitamente relacionada com o modernismo.

Histórico

Durante as primeiras décadas, a arte moderna foi um fenómeno exclusivamente europeu. As primeiras sementes de idéias modernas na arte vieram dos artistas que trabalhavam no romântico e movimentos dos realistas. Em seguida, representantes do impressionismo e pós-impressionismo experimentaram começando com as maneiras novas de representar a luz e o espaço através da cor e da pintura. Nos anos pré-I Guerra Mundial do século XX, uma explosão criativa ocorreu com fauvismo, cubismo, expressionismo e futurismo.

I Guerra Mundial trouxe um fim a esta fase, mas indicou o começo de um número de movimentos anti-arte, como dada e o trabalho de Marcel Duchamp, e do surrealismo. Também, os grupos de artistas como de Stijl e Bauhaus eram seminal no desenvolvimento de idéias novas sobre o interrelação das artes, da arquitetura, do projeto e da instrução da arte.

Arte moderna foi introduzida na América durante a I Guerra Mundial quando um número de artistas de Montmartre e Montparnasse bairros de Paris, França fugiram da guerra. Francis Picabia (1879–1954), foi o responsável de trazer a Arte Moderna para a cidade de Nova York. Foi somente após a II Guerra Mundial, no entanto, que os EUA se transformaram no ponto focal de novos movimentos artísticos. As décadas de 1950 e 1960 viram emergir o expressionismo abstrato, pop art, op art e arte mínima. Entre 1960 e 1970, a arte da terra, a arte do desempenho, a arte conceitual e Fotorealismo emergiram.

Em torno desse período, um número artistas e de arquitetos começaram a rejeitar a idéia de "o moderno" e criou tipicamente trabalhos pós-modernos.

Partindo do período pós-guerra, poucos artistas usaram pintura como seu meio preliminar.

Toda a produção do surgimento das personalidades artísticas do século vinte precisa ser condensada e reavaliada paradigmaticamente para o século vinte e um pois surge gradativamente um novo ramo de potencialização da expressão artística humana que deverá ser classificado oficialmente em breve tendo seus defensores iniciais reconhecidos.

Características da Arte Neo-Moderna ou Neo-Pós-Moderna

Valorização dos elementos da cultura locais e regionais. Compreensão da instância da liberdade civil humano-adâmica proporcionada pela cultura. Independência do homem em relação à ignorância. Entendimento da profundidade da aplicação da justiça e da sua intuitiva necessidade. Paradigma multi-racial. Pacifismo político e na originalidade valorização de todas as instâncias originais promotoras da harmonia pacífica em nome da tradicionalidade. Identificação da expressão universal na intrinsecidade significativa da obra artística individual. Consciencialidade sobre a origem científica do homem no Universo. Expressão da esotericidade e da religiosidade dentro de um mesmo paradigma multi-significativo e multi-adaptável em harmonia.

Referências

Enciclopédia Itaú Cultural: Arte Moderna, acessado em 5 de abril de 2008

Fonte: pt.wikipedia.org

Idade Moderna

1453: Zurara: Crónica dos Feitos da Guiné. l Fim da Guerra dos Cem Anos: independência da Borgonha, que perde Paris e a Normandia para os franceses; a Inglaterra fica apenas com a cidade de Calais. l Os turcos otomanos, chefiados por Maomet II, tomam Constantinopla; fim do império bizantino (consideram os historiadores que, com este evento, se dá por encerrada a Idade Média e começa a Idade Moderna).

1454: Zurara substitui FERNÃO LOPES como “Guardador das escrituras do Tombo”.

1455: Nascimento do futuro rei D. JOÃO II de Portugal. l l O Papa Nicolau V assina bula concedendo a Portugal o domínio sobre as terras descobertas ou a descobrir em África. l Na Inglaterra, início da Guerra das Duas Rosas, que terminará com a implantação da dinastia dos Tudors.

1456: Revolucionária difusão de livros: Gutenberg imprime uma Bíblia usando caracteres tipográficos móveis. l Cadamosto descobre várias ilhas do arquipélago de Cabo Verde. l Os portugueses alcançam o Golfo da Guiné.

1458: Matias Corvin, rei da Hungria. l Na Catedral de Toledo, Van Eycken e a sua Porta dos Leões. l Com a participação do Infante D. Henrique, os portugueses conquistam Alcacer-Ceguer aos mouros.

1460: Descobrimento das ilhas de Cabo Verde por António de Noli. l Data provável da morte de FERNÃO LOPES. l Na sua vila de Sagres, morre o Infante D. Henrique.

1461: Luís XI, rei de França. l Proclamado rei Eduardo IV, da casa de York l François Villon: O Grande Testamento.

1462: Gibraltar em poder dos espanhóis. l Ivan III, grão-duque de Moscovo.

1464: Regiomontano: De Triangulis, primeiro tratado europeu de Trigonometria.

1465: Piero della Francesca: Retratos do Duque de Urbino e de sua Esposa.

1467: Carlos, o Temerário, duque de Borgonha. l Data provável do nascimento de PEDRO ÁLVARES CABRAL.

1468: Data provável do nascimento de VASCO DA GAMA.

1469: Casamento dos Reis Católicos: Fernando de Aragão com Isabel de Castela. l Lourenço, o Magnífico, (neto de Cosme Médicis) senhor de Florença. l

1470: Piero della Francesca: Primeiro Tratado de Perspectiva. l Apogeu de Bellini.

1471: Eduardo IV derrota os Lancasters. l Ladislau da Polónia, rei da Boémia. l Os portugueses conquistam Arzila e Tânger aos mouros. l Ivan III conquista Novgorod l Guerra marítima entre a Hansa e a Inglaterra.

1472: Guerra entre a Polónia e a Hungria.

1473: Os Habsburgos reconhecem a independência suíça. l Relações comerciais entre o banqueiro Fugger e o imperador Frederico III l Crise cerealífera em Portugal.

1474: Toscanelli envia à Corte Portuguesa a sua carta geográfica que viria a influenciar o projecto de Colombo.

1475: Nascimento de Miguel Ângelo, em Florença.

1477: Morte de Carlos, o Temerário. l Boticelli: Alegoria da Primavera. l Apogeu da porcelana chinesa.

1479: Paz entre os turcos e Veneza. l Paz entre a Hungria e a Polónia. l Paz entre Portugal e Espanha.

1480: Data provável do nascimento de FERNÃO DE MAGALHÃES. l No império russo o Czar Ivan III põe fim ao domínio mongol.

1481: Em Portugal D. JOÃO II sobe ao trono. l Torquemada e a Inquisição, em Espanha. l Morte de Maomet II. l Botticelli: pinturas murais da Capela Sistina.

1482: A mando de D. JOÃO II de Portugal, Diogo de Azambuja edifica a fortaleza de S. Jorge da Mina. l Veneza provoca guerra generalizada, em Itália. l Boticelli: O Nascimento de Vénus.

1483: Execução do Duque de Bragança. l Morre Luís XI e sobe ao trono o seu filho Carlos VIII; início das guerras de Itália. l Na Alemanha, nascimento de Lutero.

1484: A mando de D. JOÃO II de Portugal, Diogo Cão chega à foz do rio Zaire.

1486: Em Portugal é fundada a Casa dos Escravos. l Os Reis Católicos impõem a paz nos seus Estados. l Maximiliano de Áustria proclamado rei da Alemanha. l Marcilio Ficino traduz Platão. l Pico della Mirandola: Proposições.

1487: A mando de D. JOÃO II de Portugal, BARTOLOMEU DIAS dobra o Cabo da Boa Esperança.

1488: Por terra, PÊRO DA COVILHÃ alcança a Índia.

1489: Pela primeira vez é impresso um livro, em Lisboa. l PÊRO DA COVILHÃ alcança a costa oriental africana.

1490/95: Carpaccio pinta a série A Lenda de Santa Úrsula.

1492: Depois de dez anos de batalhas, os Reis Católicos tomam Granada, último reduto muçulmano na Península Ibérica. l Colombo descobre a América. l Numerosos judeus, expulsos de Espanha, entram em Portugal.

1493: Início da segunda viagem de Colombo à América. l Data provável do nascimento de JOÃO RAMALHO.

1494: Tratado de Tordesilhas, partilha do mundo por Portugal e Espanha. l PÊRO DA COVILHÃ alcança o Reino do Preste João.

1495: Morre D. JOÃO II de Portugal e D. Manuel I é aclamado rei. l Carlos VIII, de França, conquista Nápoles. l Os judeus são expulsos da Lituânia.

1496: Abraão Zacuto imprime, em Leiria, o Almanache Perpetuum. l Casamento de Filipe, o Belo, com Joana, a Louca. l Os judeus são expulsos de Portugal.

1497: João da Dinamarca vence os suecos. l John Cabot chega ao Labrador. l Criação das Misericórdias, em Portugal.

1498: VASCO DA GAMA chega à Índia. l Início da terceira viagem de Colombo. l Morre Carlos VIII, de França, e sucede-lhe Luís XII. l Execução de Savonarola, dominicano que atacara a corrupção na Igreja.

1499: Luís XII em Itália. l Independência da Confederação Helvética. l Vespúcio nas costas orientais da América. l Morte de Marsilio Ficino. l Data provável do nascimento de GARCIA DA ORTA.

1500: PEDRO ÁLVARES CABRAL descobre o Brasil. l PEDRO ÁLVARES CABRAL chega a Calecute (Índia). l Bartolomeu Dias naufraga e morre frente ao Cabo da Boa Esperança.l Prisão de Colombo. l Inicia-se o comércio de escravos negros para a América. l Nascimento de Carlos V. l Américo Vespúcio: Cartas. l Ano provável do nascimento do poeta BANDARRA.

1501: Ismail I funda o império persa.

1502: Início da quarta viagem de Colombo. l VASCO DA GAMA retorna à Índia e exerce represálias sobre o Samorim de Calecute. l Os portugueses estabelecem uma feitoria em Cochim (Índia). l Pela primeira vez semeia-se milho em Portugal. l Durante as guerras de Itália, César Bórgia submete a Romagna. l Ismail I, xá da Pérsia, derrota os mongois. l Montezuma II, soberano dos aztecas. l Construção da Capela de Henrique VII na Abadia de Westminster. l Nascimento de DAMIÃO DE GÓIS l Nascimento de PEDRO NUNES. l Leonardo Da Vinci inicia a Gioconda.

1502/36: É escrita e encenada a obra de Gil Vicente.

1503: Afonso de Albuquerque na Índia. l Contrato da casa real portuguesa com os banqueiros Welser para a venda de mercadorias da Índia. l Fundada em Sevilha a Casa de Contratación. l Por encomenda do papa Júlio II, Bramante constrói a Igreja de S. Pietro in Montorio. l Miguel Ângelo pinta A Sagrada Família.

1504: Nápoles em poder de Espanha. l Morre Isabel I, de Castela. l Hieronymus Bosch: O Juízo Final.

1505: Basílio III, Czar da Rússia. l D. Francisco de Almeida, vice-governador da Índia portuguesa. l Duarte Pacheco Pereira: Esmeraldo de Situ Orbis.

1506: Morte de Colombo. l Em Lisboa, motim anti-semita com a morte de três mil pessoas. l Monopólio do Estado português sobre o comércio de especiarias.

1506/09: Grão-Vasco: A Criação dos Animais.

1507: Os portugueses em Madagáscar. l Afonso de Albuquerque conquista Ormuz.

1508: Formação da Liga de Cambraia contra Veneza. l Miguel Ângelo inicia a pintura da Capela Sixtina. l É publicado o Amadis de Gaula, romance de cavalaria, de autor anónimo. l David: O Baptismo de Cristo.

1509: Em Portugal é publicado o Regimento das Casas da Índia e Mina. l Henrique VIII, rei da Inglaterra. l Colonização da Jamaica. l Erasmo: O Elogio da Loucura.

1510: Afonso de Albuquerque conquista Goa. l Ano provável do nascimento de FERNÃO MENDES PINTO. l Formação da Santa Liga entre o Papa, a Espanha e Veneza, contra França.

1511: Afonso de Albuquerque conquista Malaca. l Colonização de Cuba. l Santa Liga contra os franceses, na Itália. l O arquitecto Boitaca inicia a construção do Mosteiro dos Jerónimos. l Em Castelo Branco nasce João Rodrigues, o futuro AMATO LUSITANO.

c. 1512: Surgem os Galeões, enormes navios que os espanhóis utilizavam para transportar as riquezas das Américas.

1512: Dürer: a xilografia O Arco de Triunfo de Maximiliano.

1512/14: Rui de Pina: Crónica de D. Duarte.

1512/16: Concílio de Latrão, que define a individualidade e a imortalidade da alma.

1513: Batalha de Novara e os franceses abandonam a Itália. l Maximiliano derrota os franceses. l Cristiano II, rei da Dinamarca e da Noruega. l Leão X, Papa. l Selim II, da Turquia, ocupa a Arménia. l Balboa descobre, por terra, o Oceano Pacífico.

1514: Embaixada de D. Manuel ao Papa Leão X l Início da construção da Torre de Belém. l Publicação das Ordenações Manuelinas. l Corregio: A Virgem com S. Francisco. l Rui de Pina: Crónica D’el-Rei D. Afonso III.

1515: Afonso de Albuquerque regressa a Ormuz. l Francisco I é proclamado rei de França e derrota os suíços na batalha de Marignano. l Paz perpétua de França com os cantões suíços e fim das guerras de Itália. l Francisco I em Milão. l Corsários turcos começam a devastar o Mediterrâneo. l Fundação de La Habana (Cuba). l Garcia de Resende: Crónica D’el-Rei D. João II.

1515/18: Obras, de Sá de Miranda.

1516: Carlos V, da Áustria, é aclamado como Carlos I de Espanha. l Solis descobre o Rio da Prata. l Maquiavel: O Príncipe. l Tomas Morus: Utopia. l Rafael: a Madonna na Capela Sixtina. l Ariosto: Orlando Furioso.

1517: Lutero publica as 95 teses contra as Bulas de Indulgência. l Selim I conquista o Egipto. l Criação do Terreiro do Trigo. l Os portugueses ocupam Cantão.

1518: Cristiano II conquista a Suécia. l Lopo Soares de Albergaria levanta a fortaleza de Ceilão (Taprobana).

1519: Morre Maximiliano e Carlos V é aclamado imperador da Alemanha e é sagrado soberano do Império Romano-Germano. l FERNÃO DE MAGALHÃES, com o acordo de Carlos V(Carlos I de Espanha) dá início à primeira viagem de circum-navegação. l Hernan Cortés inicia a conquista do México. l Morte de Leonardo Da Vinci.

1520: Data provável da morte de PEDRO ÁLVARES CABRAL. l FERNÃO DE MAGALHÃES cruza o Estreito que há-de ter o seu nome. l Lutero é declarado herege. l Advento de Solimão, o Magnífico, que até 1566 reinará de Bagdad à Hungria.

1521: Morte de D. Manuel I e D. João III é aclamado rei. l Nas Filipinas, FERNÃO DE MAGALHÃES é morto em combate. l Dieta de Worms contra Lutero, que é excomungado. l Solimão II conquista Belgrado. l Guerra de Carlos V contra Francisco I e esmaga a revolta dos comuneros em Espanha. l Hernan Cortés toma Tenochtitlan, capital do império azteca.

1522: Sebastian d’Elcano conclui a primeira viagem de circum-navegação. l Espanhóis e alemães vencem franceses e suíços na batalha de Bicoca. l Gustavo Vasa, rei da Suécia. l Erasmo publica os Colóquios. l Construção da Catedral de La Habana. l Lutero: tradução do Novo Testamento.

1523: Os corsários franceses atacam a frota espanhola na América. l Gustavo Vasa, rei da Suécia.

1524: Data provável do nascimento de CAMÕES. l Pizzarro no Peru. l Sublevação dos camponeses no sul da Alemanha. l Pela terceira vez VASCO DA GAMA viaja para a Índia, onde vem a morrer no mesmo ano.

1525:. Execução de Tomás Munzer, chefe dos camponeses alemães revoltados.

1526: Baber toma Delhi e funda o império Mongol.

1527: D. João III ordena o primeiro recenseamento da população portuguesa: 1.200.000 habitantes. l Saque de Roma pelas tropas alemãs, comandadas pelo Condestável Bourbon.

1528: Cria-se em Espanha o «Consejo de Indias». l Baltasar Castiglione publica O Cortesão.

1529: Solimão sitia Viena.

1530: Plano de colonização do Brasil. l Carlos V é coroado pelo Papa. l Começo da Divergência entre Henrique VIII e o Papa.

1531: A Igreja inglesa separa-se de Roma.

1532: JOÃO RAMALHO ajuda Martim Afonso de Sousa a fundar a vila de São Vicente. l O pintor alemão Hans Holbein passa a viver em Londres. l Rabelais: Gargantua

1534: No Brasil, criada a Capitania do Espírito Santo. l O Parlamento inglês vota a instituição de uma Igreja autónoma, abrindo assim caminho para a Igreja Anglicana. l Erasmo hospeda DAMIÃO DE GÓIS l Inácio de Loyola funda a Companhia de Jesus.

1534/36: Revolta no Peru contra Pizarro.

1535: Vitória de Carlos V em Tunes. l Francisco Faleiro: A Arte de Marear. l Leão Hebreu: Dialoghi de Amore.

1535/1600: Vida de Luís de Molina.

1536: A Inquisição estabelece-se em Portugal. l União do País de Gales com a Inglaterra. l Execução de Ana Bolena. l Miguel Ângelo inicia a pintura Juízo Final. l Em Basileia, Calvino publica A Instituição Cristã. l AMATO LUSITANO publica o seu primeiro livro: Index Dioscoridis.

1536/39: Eliminação dos conventos, em Inglaterra.

1537: Transferência da Universidade de Lisboa para Coimbra. l FERNÃO MENDES PINTO embarca para o Oriente. l PEDRO NUNES: Tratado da Esfera.

1538: D. João de Castro: Roteiros do Oriente (início). l A imprensa é introduzida no México.

1539: Início da actividade do Santo Ofício, em Portugal; o Cardeal D. Henrique é o primeiro Inquisidor-geral. l Hernando de Soto percorre o Mississipi.

1540: Vasquez de Coronado descobre o Grande Canyon do Colorado.

1541: Derrota espanhola, em Argel. l Hungria, província turca. l Valdivia funda Santiago de Chile. l Orellana descobre o rio Amazonas. l O poeta BANDARRA é julgado pelo Tribunal do Santo Ofício e condenado com uma pena leve. l AMATO LUSITANO escreve a sua 1.ª Centúria.

1542: Maria Stuart, rainha da Escócia. l Francisco Xavier em missão evangelizadora na Índia e na China. l Os portugueses chegam ao Japão. l Concluída a conquista do Yucatan. l PEDRO NUNES inventa o nónio. l Fuchs: História das Plantas.

1543: Vice-reinado do Peru, com capital em Lima. l Com a sua armada, o pirata Barba Roxa assedia Nice. l Em Pisa é fundado o primeiro jardim botânico. l O ourives Benevenuto Cellini fabrica o primeiro rolamento de esferas. l Copérnico: De Revolutionibus, início da astronomia moderna. l Vesalio: De Humani Corporis, primeiro tratado de anatomia humana.

1544: Munster: Cosmografia, primeiro texto da geografia moderna. l Rondelet: História dos Peixes, início da zoologia moderna.

1545: Início do Concílio de Trento: a Igreja Católica procura impedir o avanço dos movimentos protestantes. l Na América do Sul (actual Bolívia) descobrimento das minas de Potosi. l Paré: primeiro tratado de Cirurgia moderna. l Cellini: Perseu.

1546: Nas minas passam a ser usadas vagonetes sobre carris de ferro. l Morte de Lutero.

1547: Henrique II, rei de França; prossegue a luta contra os Habsburgos. l Morre Henrique VIII, de Inglaterra. l Ivan IV, o terrível, czar da Rússia. l Nascimento de Cervantes. l Pedro Nunes é nomeado Cosmógrafo-Mor do Reino de Portugal..

1548: Tratado de Borgonha: começa a separação dos Países Baixos. l Inácio de Loyola: Exercício Espirituais.

1549: Alonso de Mendoza funda La Paz. l Os portugueses conduzem os missionários jesuítas ao Japão. l Fundação de Salvador da Bahia, capital do Brasil.

1550: Ronsard publica Odes. l Bernardim Ribeiro: Obras.

1551: Guerra entre a França e o Papa. l A África do norte em poder dos turcos. l Fernão Lopes Castanheda: História e Conquista da Índia pelos Portugueses (início).

1552: Trégua entre a França e o Papa. l Maurício da Saxónia separa-se de Carlos V e ocupa Augsburgo e o Tirol. l Tratado de Chambord, aliança dos protestantes com Henrique II. l Bartolomeu de Las Casas: Brevíssima Relação da Destruição das Índias. l João de Barros: Décadas da Ásia, história da Índia portuguesa. l Naufrágio de MANUEL DE SOUSA SEPÚLVEDA na costa do Natal. l De autor anónimo espanhol, é publicado o romance picaresco Lazarillo de Tormes.

1553: Maria Tudor, rainha da Inglaterra. l Os franceses conquistam a Córsega. l Os portugueses em Macau.l No Brasil, JOÃO RAMALHO funda a vila de Santo André da Borda do Campo. l CAMÕES embarca para o Oriente. l Data provável em que FERNÃO MENDES PINTO, no Japão, encontra e colabora com S. Francisco Xavier. l Nicolau Clenardo, humanista flamengo, é convidado a instalar-se em Portugal. l Cranach, pintor alemão, morre em Weimar.

1554: Casamento de Maria de Inglaterra com Filipe de Espanha. l Guerra de Ivan, o Terrível, com Gustavo Vasa pelo posse da Finlândia. l Com a ajuda de JOÃO RAMALHO, os jesuítas Anchieta e Nóbrega fundam São Paulo, no Brasil. l Lopo Homem traça o seu Planisfério.

1555: No Brasil é cultivada a cana de açúcar e o algodão. l Os franceses ocupam o Rio de Janeiro.

1556: Abdicação de Carlos V: Fernando I, rei da Alemanha e Filipe II, rei de Espanha. l Akbar, grão-mogol da Índia. l Breughel, o Velho: Steinoperation l Palestrina: Missa do Papa Marcelo. l Morre em Trancoso o poeta BANDARRA.

1557: Morte de Lautaro, guerreiro araucano (peruano) que tentou resistir ao domínio espanhol. l Guerra de Espanha e Inglaterra contra a França. l Os protestantes, senhores da Escócia. l Primeiras bancarrotas em Espanha, França e Países Baixos.

1558: Os ingleses perdem Calais. l Isabel I, rainha que transforma a Inglaterra em grande potência marítima. l Morte de Carlos V. l Guerra entre a Suécia e a Rússia pela posse de Livonia. l Margarida de Navarra: Heptameron. l FERNÃO MENDES PINTO retorna do Oriente para Portugal.

1559: Paz de Château-Cambrésis entra Espanha e França. l Morte de Henrique II. l Governo dos duques de Guise. l O calvinismo em França.

1560: Carlos IX de França sob a regência de Catalina de Medicis. l Nicot introduz o tabaco em França.

1561: Ivan, o Terrível, aniquila a Ordem Teutónica. l Tintoretto: As Bodas de Canaã. l Gaspar Correia publica Lendas da Índia (data provável).

1562: Início das guerras de religião. l No Brasil, JOÃO RAMALHO defende a vila de São Paulo contra o ataque da “confederação dos tamoios”. l É publicada a Compilaçam de Todolas Obras de Gil Vicente.

1563: Assassinato de Francisco de Guise. l Fim da guerra dos huguenotes. l Fim do Concílio de Trento. l Início da Contra Reforma na Baviera. l Início da construção de El Escorial. l GARCIA DA ORTA: Coisas Medicinais da Índia e Colóquio dos Simples.

1564: Morte de Miguel Ângelo em Roma. l Maximiliano II, imperador. l Guerra comercial entre a Inglaterra e os Países Baixos. l Nascimento de Galileu. l Nascimento de Shakespeare. l Pio IV: Index Librorum Prohibitorum.

1565: Sublevação e aniquilamento dos boiardos, na Rússia.

1566: Os turcos na Hungria. l Aparecimento das Bolsas de Comércio. l Damião de Góis: Crónica do Felicíssimo Rei D. Manuel.

1567: O Duque de Alba nos Países Baixos. l Em França, segunda guerra de religião. l No Brasil, expulsão dos protestantes franceses e fundação do Rio de Janeiro por Mem de Sá l Diego Losada funda Caracas. l Nascimento de Monteverdi.

1568: Renúncia de Maria Stuart; Jacob VI, rei da Escócia. l O Duque de Alba domina os Países Baixos. l Hideioxi promove a unificação japonesa. l D. Sebastião assume o governo de Portugal. l Em Goa, morre GARCIA DA ORTA. l AMATO LUSITANO morre de peste, em Tessalónica.

1569: Mercator edita o seu Planisfério. l Em Bruxelas morre o pintot Pieter Brueghel, o Velho.

1570: Em França, fim das guerras de religião. l Os turcos em Chipre. l Aliança de Espanha com o Papa e Veneza, contra os turcos. l Vindo do Oriente, CAMÕES regressa a Portugal.

1571: Batalha de Lepanto: fim da dominação turca no mar. l Bloqueio comercial dos Países Baixos contra a Inglaterra. l Os tártaros incendeiam Moscovo. l Estabelece-se a Inquisição no México. l É inventado o teodolito. l DAMIÃO DE GÓIS é preso pela Inquisição. l Diogo Couto: O Soldado Prático.

1572: Condenação de Damião de Góis pela Inquisição. l Sublevação nos Países Baixos. l Noite de S. Bartolomeu: matança dos huguenotes, em Paris. l O pirata Drake ataca as possessões espanholas na América. l CAMÕES: Os Lusíadas.

1573: A Contra-Reforma na Polónia.

1574: Henrique III, rei de França. l O Duque de Alba abandona os Países Baixos. l Primeira expedição de D. Sebastião de Portugal ao norte de África.

1576: Primeiro teatro permanente na Inglaterra.

1577: Tycho Brahe dirige o melhor observatório da Europa.

1578: Os russos cruzam os Urais e penetram na Ásia. l FERNÃO MENDES PINTO conclui a Peregrinação. l Os portugueses são batidos pelos mouros em Alcácer Quibir, morte de D. Sebastião. l Morte de PEDRO NUNES.

1579: União de Utrecht l Divisão dos Países Baixos: Províncias Unidas e Países Baixos Espanhóis. l Morte de DAMIÃO DE GÓIS, possivelmente assassinado. l Sublevação na Irlanda.

1580: Data provável da morte de CAMÕES. l Morre JOÃO RAMALHO em São Paulo, Brasil. l Portugal anexado pela Espanha, embora o Prior do Crato e populares tentem resistir. l Montaigne: Ensaios. l GARCIA DA ORTA é condenado post-mortem pelo Tribunal do Santo Ofício; tem seus ossos desenterrados e queimados.

1581: Cortes de Tomar: Filipe II de Espanha é aclamado como Filipe I de Portugal. l Guilherme de Orange governa as Províncias Unidas. l Os russos começam a conquista da Sibéria.

1582: Reforma gregoriana do Calendário. l Giordano Bruno: De Umbis Idearum.

1583: Primeira colónia inglesa na Terra Nova. l Expedição de Raleigh à Virgínia. l Morre FERNÃO MENDES PINTO no Pragal (Almada).

1584: Assassinato de Guilherme de Orange. l Morte de Ivan, o Terrível; convulsões na Rússia. l El Greco pinta: Enterro do Conde de Orgaz.

1585: Primeiras missões jesuítas no Paraguai. l António Ferreira: Castro.

1587: Execução de Maria Stuart. l Na Pérsia, o padixá Abas restaura a dinastia dos Safévidas.

1588: Destruição, pelos ingleses, da Armada Invencível espanhola. l Assassinato dos Duques de Guise.

1589: Assassinato de Henrique III. l Fim do reinado dos Valois, em França. l Henrique IV, Bourbon, calvinista, passa a ser o novo rei de França. l Frei Amador Arrais: Diálogos.

1591: Primeira expedição inglesa à Índia. l Morte de San Juan de la Cruz.

1592: Shakespeare: Romeu e Julieta.

1593: Em Lisboa nasce MANOEL BOCARRO, futuro esteio do sebastianismo.

1594: Conversão de Henrique IV ao catolicismo.

1595: Morte do Prior do Crato, em Paris. l Guerra entre Henrique IV e Filipe II. l Caravaggio: Enterro.

1596: França, Inglaterra e as Províncias Unidas contra Filipe II. l Nascimento de Descartes. l Entrada do tomate na Europa, vindo da América do Sul. l Shakespeare: Sonho de Uma Noite de Verão.

1597: Shakespeare: O Mercador de Veneza.

1598: Edito de Nantes. l Filipe III, rei de Espanha. l Boris Godunov, czar da Rússia.

1599: Nascimento de Velasquez. l Shakespeare: Júlio César.

1600: Execução de Giordano Bruno. l Fundação da Companhia Inglesa das Índias Orientais. l No Japão, Tokugava Ieiasu toma o poder.

1600/81: Vida de Calderon de La Barca.

1601: Os holandeses destroem a frota espanhola em Gibraltar.

1602: Em Portugal, Ordenações Filipinas. l Fundação da Companhia Holandesa das Índias Orientais. l Fundação da fábrica de tapetes Gobelin l Campanella: A Cidade do Sol.

1603: Na Inglaterra, queda da dinastia Stuart e Cromwell avançando para a República. l Primeiras tentativas francesas de colonização do Canadá l Tokugawa, shogun do Japão. l Shakespeare: Hamlet.

1604: Fundação da Companhia Francesa das Índias Orientais.

1605: Cervantes: D. Quixote (1.ª. parte). l Francis Bacon publica Sobre o Progresso do Saber. l Johnson: Volpone. l Shakespeare encena o Rei Lear e Macbeth.

1606: Os Habsburgos reconhecem Bocskay como príncipe da Transilvânia. l Fundação da Companhia Inglesa da Virgínia. l Nascimento de Rembrandt.

1606/84: Vida de Corneille.

1607: Os ingleses na Índia. l Os jesuítas criam as Missões do Paraguai. l Monteverdi: Orfeu.

1608: Monteverdi: Ariana. l Em São Paulo, Brasil, nasce FERNÃO DIAS PAIS LEME, o futuro bandeirante, o Caçador de Esmeraldas. l Nasce em Lisboa o futuro PADRE ANTÓNIO VIEIRA l S. Francisco de Sales: Introdução à Vida Devota.

1609: Início da paz de doze anos entre a Espanha e as Províncias Unidas. l Champlain funda o Quebec. l Kepler: Astronomia. l Garcilaso El Inca: Comentários Reais.

1610: Luís XII, rei de França, sob a regência de Maria de Médici e Richelieu, partidário do absolutismo real, como primeiro ministro. l Observações telescópicas de Galileu. l Invenção do microscópio. l Rubens: Levantamento da Cruz.

1611: Hudson descobre o mar que levará o seu nome.

1612: Matias, imperador. l Paz entre a França e a Espanha.

1613: Na Rússia, dinastia dos Romanov l Cervantes: Novelas Exemplares. l John Donne: Epigramas e Sermões.

1614: Na ilha de Manhattan os holandeses fundam Nova Amsterdam. l Invenção dos logaritmos. l Van Royen efectua as primeiras triangulações geodésicas. l Primeira edição (expurgada) da Peregrinação de FERNÃO MENDES PINTO.

1615: Em Paris, Brosse inicia a construção do palácio do Luxemburgo. l Cervantes: D.Quixote (2ª. parte).

1616: Baffin descobre a baía que levará o seu nome. l A Igreja condena o heliocentrismo por ser contrário às Sagradas Escrituras. l Morte de Cervantes. l Morte de Shakespeare.

1617: Os portugueses são expulsos do Japão pelos holandeses. l Tratado de Pavia entre Espanha e o imperador Matias. l Paz entre a Rússia e a Suécia, ficando as províncias bálticas sob a alçada desta.

1618: Conflito religioso, início da Guerra dos Trinta Anos. l Fernando II, rei da Hungria. l O calvinismo ortodoxo firmado nas Províncias Unidas.

1619: Fernando II, imperador. l Frederico V, rei da Boémia. l Começa o tráfico de negros na Virgínia. l Em Lima, construção da Igreja de S. Francisco. l Kepler: Da Harmonia do Mundo. l Lope de Vega: Fuenteovejuna. l Rodrigues Lobo: Corte na Aldeia.

1620: Na batalha de Monte Branco, os católicos, sob a comandância de Tilly, derrotam Frederico V l Os peregrinos da Mayflower arribam à América do norte e fundam Plymouth; expansão do calvinismo. l Francis Bacon: Nova Organum.

1621: Filipe IV de Espanha reinicia a guerra com as Províncias Unidas. l Fundação da Companhia Holandesa das Índias Ocidentais.

1622: Ormuz é conquistada pelos ingleses. l Invenção da régua de cálculo. l Francis Bacon: Augmentis Scientiarum.

1623: Dieta de Ratisbonn: é transferido para a Baviera o eleitorado palatino.

1623/62: Vida de Pascal.

1624: Richelieu no Concelho de França. l Os holandeses no nordeste do Brasil. l Cristiano IV, da Dinamarca, aliado dos protestantes. l MANOEL BOCARRO publica a sua obra sebastianista, Anacephaleoses da Monarchia Luzitana.

1625: Carlos I, rei da Inglaterra. l Wallenstein, comandante das tropas imperiais. l Os huguenotes franceses em La Rochelle. l Os franceses ocupam as Antilhas. l Fundação da Ordem de S. Vicente de Paula.

1626: A Guerra dos Trinta Anos: Wallenstein ocupa a Pomerânia; Tilly derrota o rei Cristiano da Dinamarca. l Com fins clínicos, Santorio descreve o primeiro termómetro. l Quevedo: El Buscón.

1627: Wallenstein ocupa a Dinamarca e a Baixa Saxónia. l Rendição de La Rochelle. l O Japão fecha-se aos estrangeiros.

1628: Harvey descobre a circulação sanguínea e publica De Motu Cordis.

1629: Paz entre França e Inglaterra. l Paz entre Fernando II e Cristiano IV. l Dissolução do Parlamento na Inglaterra. l Richelieu assegura aos huguenotes os seus direitos civis e religiosos mas não os políticos.

1630: Fundação de Boston. l Na Índia, começa a construção do Taj Mahal. l Tirso de Molina: El Burlador de Sevilla.

1631: Zurbaran: O Triunfo de S. Tomás, em Sevilha.

1632/77: Vida de Espinosa.

1632/1704: Vida de Locke.

1633: Extinta a Companhia do Comércio da Índia Oriental. l Galileu abjura ante a Inquisição. l O PADRE ANTÓNIO VIEIRA prega pela primeira vez.

1634: Os portugueses são expulsos da Etiópia. l Assassinato de Wallenstein l Os holandeses em Curaçau (coração).

1635: Guerra dos Trinta Anos: a França declara guerra à Espanha. l Richelieu cria a Academia Francesa. l Velasquez: Rendicion de Breda. l Van Dyck: Retrato de Carlos I.

1636: Fundação, na América, da colónia de Rhode Island l Corneille: El Cid l Calderon de La Barca: La Vida es Sueño.

1637: Em Évora, tumultos populares contra os espanhóis promovidos por MANUELINHO. l Fernando III, imperador. l Em Veneza é fundado o primeiro teatro lírico. l Descartes: O Discurso do Método.

1638: Os holandeses iniciam a ocupação do Ceará l Introdução da imprensa nas colónias inglesas da América do norte. l Galileu: Duas Novas Ciências (mecânica e resistência dos materiais).

1640: D. João IV é aclamado rei e Portugal separa-se de Espanha; ao mesmo tempo, e não por acaso, revolta na Catalunha. l Parlamento alargado, na Inglaterra. l Os jesuítas proíbem o ensino do cartesianismo. l Os ingleses fixam-se na Índia. l Fundamentos do jansenismo. l Corneille: Horácio.

1641: Aliança franco-portuguesa. l Sublevação na Irlanda. l Descartes: Meditações.

1642: Revolta de Londres, guerra civil na Inglaterra, Cromwell contra Carlos I. l Os franceses fundam Montreal. l O explorador Tasman comprova que a Austrália é uma ilha. l Rembrandt pinta a Ronda da Noite. l Morte de Galileu.

1643: Na França, Luís XIV, o Rei-Sol, sob a regência de Ana de Áustria e a orientação de Mazarino. l Em Port-Royal desabrocha o jansenismo. l Morte de Monteverdi. l Na “Proposta a El-Rei D. João IV “, o PADRE ANTÓNIO VIEIRA declara-se favorável aos cristãos novos e apresenta um plano de recuperação económica.

1644: Portugal contra os espanhóis: batalha do Montijo, cerco de Elvas, batalha de Castelo Rodrigo. l Dinastia Ch’ing, manchu, na China. l Torricelli anuncia o descobrimento da pressão atmosférica e do barómetro. l Descartes: Princípios da Filosofia. l Milton: Aeropagítica.

1645: D. Francisco Manuel de Melo: Eco Político e História dos Movimentos e Separação da Catalunha.

1646: Prisão de Carlos I. l O Pe. António Vieira inicia missão diplomática a Haia e Paris.

1648: Paz de Westfalia, reconhecimento da república da Holanda, fim da Guerra dos Trinta Anos. l Motins populares na Andaluzia. l Guerra da Fronda, em França. l Apogeu do Pe. António Vieira, orador. l Experiências de Pascal com o vazio. l Em Paris, fundação da Real Academia de Pintura e Escultura.

1649: Em Portugal, fundação da Companhia Geral do Comércio para o Brasil. l Execução de Carlos I, de Inglaterra; Cromwell estabelece a Commonwealth.

1650: Os holandeses ocupam Java. l Motor de Worcester, início da utilização mecânica do vapor. l Morte de Descartes.

1651: Carlos II, rei da Escócia. l Acto de Navegação, de Cromwell. l Hobbes: Leviathan.

1652: Os espanhóis liquidam as revoltas populares na Catalunha e reconquistam Barcelona. l União da Inglaterra com a Escócia. l Os holandeses fundam a colónia do Cabo, em África.

1653: Cromwell, Lorde Protector de Inglaterra. l Fim da guerra da Fronda.

1654: Abdicação de Cristina da Suécia; sucede-lhe Carlos X. l A Holanda reconhece o Acto de Navegação. l Aliança anglo-portuguesa. l Tropas luso-brasileiras expulsam os holandeses e o comandante Nassau do nordeste do Brasil. l PADRE ANTÓNIO VIEIRA: Sermão de Santo António aos peixes. l Concluída a construção da Catedral de Cuzco (Peru).

1655: Prussianos e suecos na Polónia. l Os ingleses expulsam os espanhóis da Jamaica. l Em França, condenação do jansenismo. l Nascimento de ZUMBI DOS PALMARES.

1656: Morte de D. João IV, de Portugal. l Na batalha de Varsóvia, Carlos X e Frederico Guilherme vencem os polacos. l Os holandeses expulsam os portugueses de Ceilão. l Espinosa excomungado pelos judeus de Amsterdão. l Velasquez: Las Meninas. l Pascal: Cartas Provinciais. l Corneille:Timócrates.

1657: Aliança anglo-francesa. l A Dinamarca, aliada da Polónia, contra a Suécia. l Huygens regista patente do relógio de pêndulo.

1658: Morte de Cromwell. l Os ingleses em Dunquerque. l Leopoldo I, imperador. l Rembrandt: Retrato de um Artista.

1659: Paz dos Pirinéus entre a França e a Espanha; fim do predomínio espanhol na Europa. l Os portugueses derrotam os espanhóis nas linhas de Elvas. . l PADRE ANTÓNIO VIEIRA: Esperanças de Portugal – V Império do mundo. l Carlos X ataca Kopenhagen.

1660: Tratado de Kopenhagen, fim da primeira guerra do norte. l Carlos II, restaura a monarquia na Inglaterra. l Reconhecimento da soberania da Prússia. Fundação da Royal Society de investigações científicas. l Morte de Velasquez.

1661: Paz luso-holandesa. l Luís XIV, absolutismo em França; Colbert inspector das Finanças. l Paz entre a Rússia e a Suécia. l Carlos II de Inglaterra, ao casar com uma princesa portuguesa, recebe como dote a praça de Bombaim.

1662: Morte de MANOEL BOCARRO. l A Inglaterra vende Dunquerque à França. l Boyle enuncia a lei dos gases.

1664: Guerra marítima entre a Inglaterra e a Holanda. l Os ingleses ocupam Nova Amsterdam (Nova Iorque). l Fundação da Companhia Francesa das Índias Orientais. l Molière encena Tartufo. l PADRE ANTÓNIO VIEIRA: História do Futuro.

1665: Murillo: O Sonho de Patrício. l O PADRE ANTÓNIO VIEIRA é preso pela Inquisição. l É neste ano que, provavelmente, Mariana Alcoforado escreve as cartas que virão a ser conhecidas como Lettres Portugaises.

1666: O Parlamento inglês vota e aprova o Habeas Corpus. l Colbert, secretário de Estado da Marinha Francesa. l Em Paris, fundação da Academia de Ciências. l Época de construção dos violinos Stradivarius.

1667: Paz de Breda entre a Holanda e a Inglaterra. l Paz russo-polaca; a Polónia perde Kiev l Fundação do Observatório de Paris. l Milton: O Paraíso Perdido.

1668: A Espanha cede à França doze cidades flamengas. l A Espanha reconhece a independência de Portugal. l La Fontaine: Fábulas.

1669: Colbert, secretário de Estado da Casa Real francesa. l Morte de Rembrandt.

1670: Cristiano IV, rei da Dinamarca e da Noruega. l Levantamento de magnatas húngaros contra os Habsburgos. l Espinosa: Tratado Teológico-Político. l Pascal: Pensamentos.

1671: Aliança entre a França e a Suécia. l Na China, esplendor da dinastia manchu. l Primeiros escritos de Newton sobre o cálculo infinitesimal.

1673: O Parlamento inglês vota e aprova o Test Act, que afasta os católicos de todas as funções públicas. l Primeiros escritos de Leibniz sobre os métodos infinitesimais.

1674: João III (Sobieski) rei da Polónia. l Os holandeses na Martinica. l Racine: Ifigénia. l l Boileau: Arte Poética.

1675: Pela primeira vez Romer mede a velocidade da luz. l Fundação do Observatório de Greenwich. l No Nordeste brasileiro, ZUMBI DOS PALMARES, líder dos escravos do quilombo de Palmares, revela-se grande guerreiro e estratego.

1677: O microscópio de Van Leeuwenhock descobre os espermatozóides. l Espinosa: Ética. l Racine: Fedra.

1679: PADRE ANTÓNIO VIEIRA: Sermões, 1º volume

1680: Início do império colonial francês na América. l Morte de Bernini.

1681: Morte de Calderon de La Barca. l Morte do bandeirante FERNÃO DIAS PAIS LEME, logo depois de descobrir as primeiras pedras verdes, que identifica como esmeraldas. l Bossuet: Discurso sobre a História Universal.

1682: Pedro, o Grande, czar da Rússia. l La Salle percorre o Mississipi e funda a Luisiana. l Estudos de Halley sobre os cometas.

1683: O último ataque dos turcos contra Viena é repelido por João III (Sobieski), da Polónia. l Os manchus ocupam a Formosa. l Penn funda a Pensilvânia.

1684: Scarlatti: Pompeu. l Leibniz: Nova Methodus e Systema Theologicum.

1685: Nascimento de Bach.

1686: Em Portugal é proibido o uso de panos estrangeiros. l Fontenelle: Conversações sobre a Pluralidade dos Mundos.

1687: Os huguenotes não convertidos começam a ser deportados. l Newton: Principia Mathematica (lei da gravitação universal). l Locke: Ensaio sobre o Entendimento Humano.

1688: La Bruyère: Os Caracteres.

1689: Pedro I, czar da Rússia. l Morte de Carlos II. l O Parlamento inglês reduz o poder real, redige e aprova a Declaração dos Direitos que o rei Guilherme de Orange e esposa juram cumprir. l Locke: Ensaio sobre o Governo Civil. l Em Madrid aparecem as Obras de Sor Joana Inês de La Cruz.

1690: Os turcos reconquistam Belgrado. l Calcutá, capital da Índia inglesa. l Papin esboça o primeiro motor de combustão interna. l Huygens: Tratados da Luz (sobre os fenómenos ondulatórios da luz). l Purcell: Dido e Eneas. l Góngora: Infortúnios de Alonso Ramirez.

1691: Nascimento de NICOLAU NASONI, na Toscana.

1693: Góngora: O Mercúrio Volante.

1694: Liberdade de imprensa na Inglaterra. l Fundação do Banco de Inglaterra. l Leibniz: Novo Sistema da Natureza.

1695: Denunciado por um antigo companheiro, ZUMBI DOS PALMARES é localizado, preso e degolado.

1697: Pedro I, da Rússia, visita a Europa ocidental. l A China conquista a Mongólia oriental. l Perrault: Contos. l Na Baía, morre o PADRE ANTÓNIO VIEIRA.

1698: Máquina a vapor de Savery.

1699: Em Portugal é proibido o uso de artigos de luxo. l Tratado de Carlowitz: os otomanos cedem aos Habsburgos os territórios que ocupam na Transilvânia e Hungria. l Fenelon: As Aventuras de Telémaco.

1700: Começo da Grande Guerra do Norte que, durante 21 anos irá aliar a Rússia, Polónia e Dinamarca contra a Suécia. l Fundação da Academia das Ciências em Berlim.

1701: Frederico I impõe a dinastia Hohenzollern na Prússia.

1702: Guerra da Sucessão em Espanha. l Ana Stuart sobe ao trono de Inglaterra.

1702/04: Revolta dos «Camisards».

1703: Relações comerciais entre a Inglaterra e Portugal, Tratado de Methuen. l Pedro, o Grande, transfere a capital da Rússia, de Moscovo para S. Petersburgo acabada de fundar. l Sublevação de Rakoczy na Hungria. l Leibniz: Novos Ensaios sobre o Entendimento Humano.

1704: Estanislau I, rei da Polónia. l Os ingleses ocupam Gibraltar. l Newton: Optica, teoria corpuscular da luz.

1705: Carlos de Habsburgo em Barcelona. l O Papa condena o jansenismo.

1706: Pedro, o Grande, invade a Polónia.

1707: União da Inglaterra com a Escócia. l A França e a Inglaterra lutam pela Índia. l A Inglaterra ocupa a foz do Ganges. l Desagrega-se o império do Grão Mogol.

1708: Derrota de Carlos XII na Rússia.

1709: Augusto II reconquista a Polónia.

1710: Berkeley: Tratado sobre os Princípios do Conhecimento Humano.

1711: Carlos VI (III de Espanha), imperador. l Pope: Ensaios Críticos.

1712: Congresso de Utrecht, Portugal assina a paz com a França e a Espanha, fim da guerra de sucessão de Espanha.

1713: Tráfico de negros para as colónias espanholas firmado entre a Inglaterra e a Espanha. l Berkeley: Diálogo entre Hilas e Filonus.

1714: Jorge I impõe a dinastia Hanover na Inglaterra.. l Fahrenheit constrói o termómetro de mercúrio. l Leibniz: Monadologia

1715: Luís XV, rei de França. l Guerra turco-austríaca. l Morte de Fénelon.l Lesage: Gil Blas.

1716: Inicia-se a construção do Convento de Mafra. l Law funda um Banco Central, em França. l Montagu: Cartas do Oriente.

1717: É fundada em Londres a primeira Loja maçónica. l Bach: Concertos Brandeburgueses e Cravo Bem Temperado.

1718: A Áustria, Holanda, França e Inglaterra contra a Espanha.

1719: Defoe: Robinson Crusoe.

1720: Paz entre a Espanha e a quádrupla aliança. l Os espanhóis no Texas. l Os ingleses nas Honduras. l Bancarrota em França. l Alexandre de Gusmão: Cálculo sobre a Perda de Dinheiro do Reino. l Scarlatti: Narciso.

1721: Pedro I estabelece o Santo Sínodo. l Em França é fundada a primeira Loja maçónica. l Monstesquieu: Cartas Persas.

1722: Em Portugal, o monopólio do tabaco é concedido ao alemão Paulo Kelotz. l Guerra de Pedro I com os persas.

1724: Guerra turco-persa. l Fundação da Bolsa de Paris. l Fundação da Academia de Ciências de S. Petersburgo. l Nascimento de Kant.

1725: Corte de relações entre Portugal e França. l Catarina I, czarina da Rússia. l Vivaldi: As Quatro Estações. l Vico: Princípios de Filosofia da História..

1726: Swift: Viagens de Gulliver.

1727: Jorge II rei de Inglaterra e príncipe eleitor de Hannover.

1728: Portugal corta relações com a Santa Sé. l Nascimento de James Cook. l Gay: Ópera dos Mendigos.

1729: Gray descobre a condutibilidade eléctrica. l Bach: Paixão segundo S. Mateus.

1730: Ana, czarina da Rússia. l Rocha Pita: História da América Portuguesa. l Marivaux: O Jogo do Amor e do Azar. l Data provável de nascimento de António Francisco Lisboa, o ALEIJADINHO.

1731: Em Lisboa, início da construção do Aqueduto das Águas Livres.

1732: Fundação da colónia britânica da Geórgia. l Nascimento de Washington.

1733: Os espanhóis fundam a colónia das Filipinas. l Prévost: Manon Lescaut.

1734: Voltaire, nas suas discussões filosóficas, pela primeira vez introduz a palavra «materialismo». l António José da Silva, O Judeu: Esopeida. l Pope: Ensaio sobre o Homem.

1735: Estabelecida em Lisboa uma Loja maçónica. l Expedição de La Condamine ao Peru para determinar a forma da Terra. l Linneo: Systema Naturae (início da classificação das ciências naturais).

1736: Expedição de Maupertuis à Lapónia para determinar a forma da Terra.

1737:. Aparecem em Paris os salões de pintura. l António José da Silva, O Judeu: Guerra do Alecrim e Manjerona.

1738: Fim da guerra de sucessão na Polónia, confirmado pelo tratado de Viena. l Revolta de operários na Inglaterra do sul. l Maupertuis: Sobre a Forma da Terra.

1739: António José da Silva, O Judeu, é queimado vivo pela Inquisição. l Hume: Tratado sobre a Natureza Humana.

1740: Frederico II, rei da Prússia. l Maria Teresa, imperatriz. l Frederico II chama para a sua corte filósofos e cientistas.

1741: Behring chega ao mar que há-de levar o seu nome.

1742: Haendel: Messias.

1743: Data provável do nascimento de Toussaint L’Ouverture. l Nascimento de Lavoisier. l D’Alembert: Dinâmica.

1745: Começa a influência de Mme. Pompadour na corte francesa.

1744: Em Uppsala (Suécia) morre o astrónomo Anders Celsius. l O pintor Thomas Gainsborough instala-se em Londres.

1746: Fernando VI, rei de Espanha. l Frederico V, rei da Dinamarca. l Luís António Verney: Verdadeiro Método de Estudar. l Diderot: Pensamentos Filosóficos. l Nasce Joaquim José da Silva Xavier, o futuro TIRADENTES.

1747: Início da construção do Palácio de Queluz.

1748: Fim da guerra de sucessão na Áustria, confirmado pelo tratado de Aix-la-Chapelle. l Início da mecanização dos instrumentos agrícolas. l Euler inicia a publicação dos seus tratados de Matemática. l Montesquieu: O Espírito das Leis. l La Mettrie: O Homem Máquina. l Goldoni: O Mentiroso. l Hume: Ensaios Filosóficos.

1749: Fielding: Tom Jones. l Swedenborg: Arcana Coelestia. l Buffon: História Natural (início).

1750: Sobe ao trono D. José; Marquês de Pombal, Ministro de Portugal. l Tratado de Madrid que define as fronteiras entre as possessões portuguesas e espanholas na América do Sul. l Morte de Bach. l Galliania: Da Moeda.

1751: Diderot e D’Alembert iniciam em Paris a publicação da Enciclopédia. l Franklin: experiências e observações eléctricas. l Voltaire: O Século de Luís XIV.

1752: Primeira condenação da Enciclopédia. l Franklin inventa o pára-raios.

1754: Os franceses retiram-se da Índia. l Na cidade do Porto, início da construção da Torre dos Clérigos. l La Mettrie: História Natural da Alma. l Lind: Tratado sobre o Escorbuto. l Rousseau: Discurso sobre a Origem da Desigualdade. l Diderot: Pensamentos Sobre a Interpretação da Natureza.

1755: Terramoto de Lisboa; o Marquês de Pombal tomas as rédeas do poder. l Fundação da Companhia do Grão-Pará e Maranhão. l Guerra anglo-francesa na América do Norte. l Kant: Teoria do Firmamento.

1756: Em Portugal, criação da Junta do Comércio e da Companhia das Vinhas do Alto Douro. l Início da Guerra dos Sete Anos; Inglaterra e Prússia contra a coligação da França, Áustria e Rússia; invasão da Saxónia por Frederico, o Grande, da Prússia. l Nascimento de Mozart em Salzburg. l Voltaire: Ensaio sobre os Costumes.

1757: Coligação da Áustria, França, Rússia, Polónia e Suécia contra a Prússia. l Clive inicia a conquista da Índia para os ingleses.

1758: Atentado contra D. José, de Portugal. l Washington expulsa os franceses do Forte Duquesne (Pittsburg). l Voltaire: Candide. l Quesnay: Quadro Económico.

1759: O Marquês de Pombal expulsa os jesuítas e executa o duque de Aveiro e a marquesa de Távora. l Reformas pombalinas do ensino. l Carlos III, rei de Espanha. l Vitória dos ingleses no Quebec l Fundação do British Museum. l Haydn: Primeira Sinfonia. l Ribeiro Sanches: Carta sobre a Educação da Mocidade.

1760: Jorge III, rei de Inglaterra. l Os ingleses em Montreal. l Lambert: Fotometria.

1761: Em Portugal é abolida a escravatura e fundado o Real Colégio dos Nobres. l Também a Espanha e a França começam a expulsar os jesuítas.

1762: Catarina II, czarina da Rússia. l Os ingleses em La Habana e Manila. l Rousseau: Emílio.

1763: Tratado de Paris entre a Inglaterra e a Espanha, fim da Guerra dos Sete Anos; partilha de colónias ultramarinas entre a Inglaterra, a França e a Espanha. l NICOLAU NASONI conclui a construção da Torre dos Clérigos, na cidade do Porto. l Rio de Janeiro, capital do Brasil. l Pontiac chefia revolta de índios norte-americanos contra os britânicos. l Em Inglaterra R. Reynolds cria os primeiros carris em ferro. l Voltaire: Tratado sobre a Tolerância.

1764: Poniatowski, protegido da Rússia, é eleito rei da Polónia. l A Companhia de Jesus é proibida em França. l Hargreaves constrói máquina de fiação. l Houdon, escultor francês, muda-se para Roma. l Morte do pintor e gravador inglês William Hogarth. l Haydn: Sinfonia O Filósofo l Winckelman: História da Arte na Antiguidade. l Voltaire: Dicionário Filosófico..

1765: Acto do Sele: o Parlamento inglês vota a cobrança de impostos às colónias norte-americanas; na Virgínia, Patrick Henry contesta a decisão; delegados de nove colónias subscrevem declaração de direitos e liberdades. l Clive, governador de Bengala. l Em Portugal começa a funcionar o Colégio dos Nobres. l Watt inventa condensador que permitirá a construção futura da máquina a vapor.

1766: Bougainville inicia a sua viagem de circum-navegação. l Início do movimento literário alemão Sturm und Drang (Tempestade e Paixão) que durará até à década de 90, que apregoa o génio, a liberdade plena e o amor impetuoso e cujas figuras cimeiras serão Schiller e Goethe. l Haydn: Grande Missa com Órgão. l António Francisco Lisboa, o ALEIJADINHO, inicia a construção da Igreja de S. Francisco, em Vila Rica (Ouro Preto).

1767: A Companhia de Jesus é expulsa de Espanha, de Parma e das Duas Sicílias. l Os ingleses lançam taxas aduaneiras nas colónias americanas; em Boston, reacção violenta dos colonos. l Sterne conclui Tristan Shandy.

1768: Génova vende a Córsega à França. l Fundação da Real Academia Inglesa. l Começa a ser editada a Enciclopédia Britânica. l Sterne: Viagem Sentimental. l Morre o pintor Canaletto.

1768/70: Primeira viagem de James Cook ao Pacífico para observação, em Taiti, da passagem de Vénus diante do Sol.

1769: A Inglaterra decide manter o imposto sobre o chá nas colónias americanas. l Portugal abandona Mazagão. l Stephens assume a administração da fábrica de vidros da Marinha Grande. l Mme. Dubarry, concubina oficial de Luís XV, exerce a sua influência na corte francesa. l Nascimento de NAPOLEÃO. l Maskelyne descobre a distância exacta entre a terra e o sol. l Cartwright inventa a máquina de fiar.

1770: O Delfim de França casa com Maria Antonieta, filha da imperatriz da Áustria. l Nascimento de Beethoven, em Bona. l Euler: Introdução à Álgebra. l Holbach: Sistema da Natureza.

1771: Os russos conquistam a Crimeia. l No Brasil, Melo Palheta introduz a cultura do café. l Lavoisier faz experiências sobre a composição do ar. l Galvani descobre que os impulsos nervosos são de natureza eléctrica. l Deluc mede altitudes com o barómetro.

1772: Partilha da Polónia entre a Prússia, a Áustria e a Rússia. l Em Massachusetts, Samuel Adams organiza os colonos americanas contra a exorbitância inglesa. l Início da segunda viagem de James Cook. l O Marquês de Pombal promove a modernização da Universidade de Coimbra. l Mirabeau: Ensaio sobre o Despotismo. l Euler: Cartas a uma Princesa da Alemanha (exposição de princípios de mecânica, óptica, astronomia e acústica).l Lavoisier explica o papel do oxigénio na combustão.

1773: O Marquês de Pombal termina com a distinção entre cristãos-novos e cristãos-velhos e organiza a Real Companhia de Pescarias do Algarve. l Morte de NICOLAU NASONI. l O Papa Clemente XIV dissolve a Companhia de Jesus. l Revolta «do chá» em Boston l Hastings, governador geral da Índia inglesa.

1774: Luís XVI, rei de França. l Em Filadélfia reúne-se o primeiro Congresso das treze colónias americanas que decreta o boicote à importação de mercadorias inglesas. l Para garantir a lealdade do Quebec, a Coroa Inglesa consente na prática do catolicismo romano nessa colónia americana. l Hastings, governador de Bengala, é nomeado primeiro governador-geral da Índia. l Lavoisier: Opúsculos Físicos e Químicos. l Goethe: Os Sofrimentos do Jovem Werther.

1775: Início da revolução americana; os ingleses derrotados nas primeiros combates; o II Congresso Continental reúne-se em Filadélfia; Washington é nomeado comandante-chefe das forças americanas. l Na Boémia, os camponeses rebelam-se contra a servidão. l Watt aperfeiçoa a máquina a vapor. l Diderot inicia a crítica de arte. l Em Lisboa, na Praça do Comércio, é inaugurada a estátua equestre de D. José, de autoria de Machado de Castro. l Beaumarchais: O Barbeiro de Sevilha.

1776: Thomas Payne lança o panfleto Senso Comum; declaração de independência das colónias inglesas da América, redigida por Jefferson e revista por Franklin e Adams. l Unificada a administração das colónias portuguesas na América do Sul, capital Rio de Janeiro. l Início da terceira viagem de James Cook em busca da passagem do Nordeste (Atlântico-Ártico-Pacífico). l Gibbon: História da Decadência e da Queda do Império Romano. l A. Smith: Inquérito sobre a Natureza e as Causas da Riqueza das Nações. l Francisco Manuel de Melo: Auto do Fidalgo Aprendiz. l D’Alembert conclui a Enciclopédia iniciada por Diderot.

1777: Washington derrota os ingleses em Princeton; Lafayette chega com voluntários franceses à América; primeira Constituição dos EUA l Em Portugal morre D. José e sucede-lhe D. Maria I; queda do Marquês de Pombal. l Em Inglaterra, é construído o primeiro barco em ferro (em substituição da madeira).

1778: Tratado do Pardo que põe termo às disputas territoriais na América do Sul, entre Portugal e Espanha. l A França e as colónias americanas assinam tratado comercial e de auxílio mútuo militar; a Inglaterra declara guerra à França. l A Holanda assina tratado de amizade e de comércio com as colónias americanas. l Jefferson defende os direitos dos escravos. l Exílio de Filinto Elísio. l Mesmer: Magnetismo. l Buffon: As Épocas da Terra.

1779: A armada francesa domina o Canal da Mancha. l Morte de James Cook no Havaí. l Construção da primeira ponte de ferro, na Inglaterra. l Em Portugal, início da construção da basílica da Estrela. l Fundação da Academia Real de Ciências, de Lisboa..

1780: Declaração de neutralidade da Rússia e da Holanda na guerra da Inglaterra com a América. l É abolida a servidão na Hungria e na Boémia. l Sublevação de Tupac-Amaru no Peru. l Lavoisier conclui que a respiração é uma forma de combustão. l Em Portugal, fundação da Casa Pia de Lisboa. l Início da iluminação pública em Lisboa.

1781: Condenação e desterro do Marquês de Pombal. l A Prússia adere à declaração de neutralidade. l Os ingleses capitulam em Yorktown, América do Norte. l José II, da Áustria, abole a servidão. l Início da construção da linha férrea trans-siberiana. l Kant: Crítica da Razão Pura. l Schiller: Os Bandidos. l Rousseau: Confissões.

1782: Portugal adere à declaração de neutralidade. l Watt constrói um motor de dois tempos.

1783: Na Áustria, iluminismo, despotismo esclarecido de José II: restrição dos poderes da Igreja, liberdade civil e tolerância religiosa, ensino laico, liberdade do comércio; também a aceitação do casamento civil e do divórcio. l A Inglaterra reconhece a independência dos EUA l Nascimento de BOLÍVAR em Caracas. l Os irmãos Montgolfière levantam voo num balão aerostático.

1784: José II, da Áustria, impõe a língua alemã a todos os estados sob o seu domínio. l William Pitt, eleito primeiro-ministro da Inglaterra, retira o poder executivo das mãos do monarca. l Cartwright inventa o tear mecânico. l Cavendish descobre que a água é composta por oxigénio e hidrogénio. l

1785: Em França, escândalo do «colar de diamantes», descrédito de Maria Antonieta. l Boulton e Watt aplicam o primeiro motor a vapor numa máquina de fiar; arranque da revolução industrial inglesa. l Evans inventa o moinho automático. l Cavendish descobre a composição do ácido nítrico. l Mozart: As Bodas de Fígaro.

1786: Morte de Frederico, o Grande. l Nos EUA Reed inventa máquina para fabricar pregos.

1787: Washington preside à assinatura da Constituição Americana. l Bancarrota na França. l No Japão, a fome provoca os chamados «Motins do Arroz». l Mozart: D. Giovanni. l Schiller: D. Carlos. l Kant: Crítica da Razão Prática. l Goethe: Ifigénia em Táuris. l Lavoisier e Colaboradores: Método de Nomenclatura Química.

1788: Proposta do Parlamento inglês para abolir o comércio de escravos. l A Suécia invade a Finlândia russa. l Entrada em vigor da Constituição americana. l Segunda Assembleia de Notáveis em Paris, convocados os Estados Gerais; Necker assume o Ministério das Finanças. l Fundação de Sidney, na Austrália. l Laplace: Leis do Sistema Planetário. l Em Londres é fundado The Times. l Mozart: Sinfonia Júpiter. l David: Amor de Páris e Helena.

1789: Washington, primeiro presidente do EUA l No Brasil, TIRADENTES e a Inconfidência Mineira. l Lavoisier: Tratado Elementar de Química. l William Blake: Canções de Inocência. l Revolução francesa: o Terceiro Estado proclama-se Assembleia Nacional; a capitulação do rei; a tomada da Bastilha; a discussão da Constituição; a Declaração dos Direitos do Homem; a nacionalização dos bens do clero; a fundação do Clube dos Jacobinos; a organização do poder local (consideram os historiadores que, com estes eventos, se dá por encerrada a Idade Moderna e começa a Idade Contemporânea).

Fonte: www.vidaslusofonas.pt




Eu achei - www.euachei.com.br - s139 consultoria